Vontade e aumento salarial: desafios do Manchester United para ter De Jong | OneFootball

Vontade e aumento salarial: desafios do Manchester United para ter De Jong

Logo: MaisQueUmJogo - MQJ

MaisQueUmJogo - MQJ

O Manchester United acertou as bases para comprar junto ao Barcelona os direitos federativos do meia holandês Frenkie de Jong. Mas alguns desafios podem atrapalhar o negócio e terão que ser superados pelo clube de Old Trafford. Situações que os dirigentes dos Diabos Vermelhos não contavam.

De Jong volta à mira do Manchester United | Foto: PAU BARRENA/AFP via Getty Images

A primeira delas é a vontade do jogador. O Manchester United ficou sabendo nas conversas com o Barcelona que o craque não deseja deixar o Nou Camp. O jogador tem como plano trabalhar mais tempo com Xavi Hernández, treinador do time espanhol.

Outro complicador o diário espanhol “Sport” revelou. Trata-se de uma cláusula contratual fechada entre os agentes do jogador e o ex-presidente do clube, Josep María Bartomeu, que prevê a partir desta temporada um aumento salarial em torno de 25 milhões de euros (mais de R$ 125 milhões).

Relacionadas

Pelo contrato mesmo emprestando o jogador o Barcelona teria que garantir que ele continue recebendo este salário. Além disso uma venda em definitivo só será aceita pelo jogador em condições semelhantes. O Manchester United trabalhar com o atual salário.

De Jong tem ontrato com o Barcelona até junho de 2026 e não se mostra nem um pouco desejoso de deixar o clube. Assim a tarefa do Manchester United, que parecia mais fácil, se complicou consideravelmente.

Saiba mais sobre o veículo