Vitória sofre com grande número de atletas lesionados

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fesportenewsmundo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F07%2Ffernando-neto.jpg&q=25&w=1080

Já não bastasse a fraca campanha que vem fazendo no Campeonato Brasileiro da Série B, o Vitória enfrenta agora mais um dificultador: as lesões. O rubro-negro baiano, que é o 15º colocado da competição, enfrenta o Avaí dentro de casa, no sábado (31), pela 15ª rodada, com nove desfalques, podendo, em caso de derrota, entrar no Z4.

Em resumo, as lesões têm previsão de deixar os jogadores fora de combate por pelo menos mais de 1 jogo. Os lesionados são: Dinei, Ronaldo, Guilherme Rend, Vico, Wallace, Raul Prata, Fernando Neto, Thalisson Kelven e Wesley.

Os casos mais graves são os de Dinei, Vico e Guilherme Rend, esses de fora a mais tempo. A lesão de Guilherme Rend foi detectada ainda em março, o jogador fez tratamentos para uma lesão na face anterior da coxa direita e se deparou com outro problema, a miosite ossificante, uma formação óssea de tecidos moles. Desde então, Guilherme está no departamento médico.

Vico é outro que não volta tão cedo, embora já esteja fazendo trabalhos físicos no campo. O atacante do leão sofre de uma contusão na parte anterior da coxa esquerda, que tem o afastado dos gramados desde maio.

Já Dinei nem volta a jogar esse ano. O centrovante vai precisar passar por uma cirurgia, já que sofreu uma lesão no ligamento cruzado anterior. A recuperação é prevista para no mínimo 6 meses, quem deve assumir sua posição no time titular é Samuel, artilheiro da equipe na temporada, que estava no banco.

+ Para se ligar nas notícias do Vitória, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=720&image=https%3A%2F%2Fcontrole.esportenewsmundo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F07%2F51273949968-77db7af7b5-k.jpg&q=25&w=1080

 Foto: Pietro Carpi / EC Vitória

A situação do Vitória é desesperadora, a equipe baiana não sabe o que é vencer há dois jogos, e terá que torcer para seu departamento médico fazer um trabalho acima do normal. O primeiro baque veio na terça-feira (27), quando o leão foi derrotado no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil pelo Grêmio.

Saiba mais sobre o veículo