Vítor Pereira sai em defesa de Rafael Ramos após acusação de injúria racial | OneFootball

Vítor Pereira sai em defesa de Rafael Ramos após acusação de injúria racial

Logo: Revista Colorada

Revista Colorada

No último sábado, o Internacional empatou com o Corinthians em 2 a 2 atuando no Estádio Beira-Rio, em partida que foi válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

No segundo tempo do confronto, o volante Edenilson acusou o lateral-direito português Rafael Ramos de injúria racial. Segundo ele, o atleta do Corinthians teria dito a palavra “macaco”.

Por conta disso, Rafael Ramos foi preso após a partida e precisou pagar fiança de 10 mil reais. Também depois do confronto, o técnico Vítor Pereira falou sobre o ocorrido.

“Eu acredito nas pessoas, acredito no Rafael Ramos, acredito naquilo que ele me disse. Eu conheço ele. Sinceramente, acho praticamente impossível ele ter um comportamento como o Edenilson disse ter acontecido”, disse.

“O Rafael disse que não tem dúvidas do que disse, mas o Edenilson entendeu outra coisa. Não estou dizendo que o Rafael está certo. Acredito no Rafael e no Edenilson. O Edenilson pode ter entendido outra coisa”, completou o técnico português.

O lateral-direito vai responder o processo em liberdade e poderá viajar junto com a delegação do Corinthians para a Argentina, onde nesta terça-feira o time paulista enfrentará o Boca Juniors pela Libertadores.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo