Victor Luis fala sobre dificuldade da Libertadores, mas destaca gana do Palmeiras

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fwww.gazetaesportiva.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fimagem%2F2021%2F04%2F20%2F51117437358_7cf5d381b5_o.jpg&q=25&w=1080

Após uma sequência de resultados ruins, o Palmeiras tenta afastar a má fase nesta quarta-feira, quando enfrenta o Universitario, do Peru, fora de casa, na estreia da Libertadores de 2021. Atual campeão, o Alviverde vai em busca do bicampeonato.

E para o lateral-esquerdo Victor Luis, o embate contra os peruanos terá um gosto ainda mais especial, já que marca o seu retorno ao torneio continental depois de dois anos. Na última temporada, ele não esteve no grupo vencedor, pois estava emprestado ao Botafogo.

Agora defendendo as cores do Verdão, ele espera manter o título no Allianz Parque, apesar de saber que o campeonato é muito complicado.

“É algo inexplicável disputar a Libertadores. Nós sabemos a obsessão que torcedores, jogadores e funcionários dos clube têm sobre esse campeonato. E por sermos o último campeão, a parte mais difícil é manter esse retrospecto de campeão e manter essa taça em casa. É um campeonato superdifícil, mas vamos lutar com unhas e dentes para defender esse título”, disse à Palmeiras TV.

A última vez que o defensor de 27 anos disputou um jogo de Libertadores foi no dia 8 de maio de 2019, quando o Palmeiras venceu o San Lorenzo por 1 a 0, em casa. Ao todo, ele tem oito partidas de Libertadores pelo clube (quatro em 2018 e quatro em 2019) e em todas foi titular. Além disso, ele tem 100% de aproveitamento, com oito vitórias e apenas dois gols sofridos. Destes confrontos, aliás, três foram contra peruanos: 3 a 1 no Alianza Lima em 2018 e 3 a 0 e 4 a 0 sobre o Melgar em 2019.

A tendência é que Victor Luis seja titular nesta quarta-feira, já que Matías Viña, titular da posição, foi expulso na final da Recopa Sul-Americana e terá que cumprir suspensão diante do Universitário. A partida está marcada para às 21 horas (de Brasília), no Estádio Monumental de Ate, em Lima, pela primeira rodada do Grupo A da Libertadores de 2021.