🕊️ Vice, ouro e redenção: a extensa e exaustiva temporada de Richarlison | OneFootball

🕊️ Vice, ouro e redenção: a extensa e exaustiva temporada de Richarlison

Logo: OneFootball

OneFootball

Matheus Palmieri

Foram 11 meses das mais distintas emoções para Richarlison. Tanto no Everton quanto na Seleção.

O brasileiro teve uma das temporadas mais intensas dos últimos anos.

Ela foi marcada por um vice-campeonato e título, gols e lesões, e com um drama até os últimos minutos do penúltimo jogo.

O OneFootball, então, relata a saga do Pombo neste ano de 2021/22 em seis atos.


😭 Vice-campeonato

A temporada europeia nem tinha começado, e Richarlison já havia disputado duas competições internacionais.

Ele esteve no elenco da Seleção que chegou à final da Copa América 2021 em pleno Maracanã.

E se você lembra bem a Argentina bateu o Brasil e ficou com o título da competição.

O Pombo teve números tímidos com a camisa amarela no torneio: um gol e uma assistência em sete jogos.


🥇 Campeão olímpico

Só que Richarlison não tinha tempo nem para lamentar: 11 dias depois ele estava estreando com a seleção olímpica no Japão.

Camisa 10 de André Jardine, o Pombo liderou o time sub-23 ao bicampeonato nas Olimpíadas de Tóquio 2020.

Foram cinco gols e uma assistência em seis partidas na competição.

Destaque para o hat-trick contra a Alemanha na estreia dos Jogos Olímpicos.


🏃 Descanso? Que nada!

Uma semana após ser campeão, lá ia Richarlison estrear com o Everton na Premier League. E não é que o começo foi animado?

Com gol e assistência no primeiro jogo, o Pombo participou das quatro primeiras rodadas: três vitórias e um empate.

Só que aí o corpo do brasileiro não aguentou a sequência de 17 jogos em três meses – incluindo o que seria a pré-temporada.

Lesão no joelho, 39 dias parado e seis jogos desfalcando o time. E acabou perdendo os jogos com a Seleção pelas Eliminatórias.


💀 Começo do calvário

Na ausência do brasileiro, o Everton começou a dar mostras do que seria a temporada – uma esquizofrenia sem fim.

Os Blues conseguiram perder para o Aston Villa, mas arrancaram um empate com o Manchester United.

No retorno de Richarlison, venceram o Arsenal – com gol dele – e perderam para o Brentford.

E nessa montanha-russa de emoções, o Pombo teve a segunda contusão na temporada: lesão muscular na panturrilha.

Mais um mês fora, mais quatro jogos como desfalque.


🧢 Novo treinador

No dia 31 de janeiro, Frank Lampard foi anunciado como técnico do clube para substituir Rafa Benítez.

Só que o impacto do novo treinador no futebol do brasileiro foi quase nulo quando se olha para os números.

Nos primeiros sete jogos, Richarlison não marcou nem deu assistências, com o Everton acumulando cinco derrotas no período.

O Pombo só voltou a ser decisivo a partir de abril: em cinco partidas, ele deixou o dele três vezes e deu um passe para gol no mês.

O fantasma do rebaixamento, no entanto, ainda rondava o Goodison Park…


💪 Herói do povo

Após vitória sobre o Chelsea – com gol do brasileiro – e Leicester, o Everton precisava bater o Crystal Palace para se salvar.

E foi um triunfo épico para confirmar a presença na Premier League em 2022/23.

Após sair perdendo por 2 x 0 no primeiro tempo, os Blues conseguiram a virada, com o último gol saindo aos 85 minutos.

O brasileiro marcou o de empate, antes de Calvert-Lewin decretar que o Everton não cai!

E após 11 meses de sangue e suor, ouro e vice, derrotas e vitórias, Richarlison pode aproveitar um descanso.


📊 Números pelo Everton na temporada

  • Jogos: 33
  • Gols: 11
  • Assistências: 5
  • Minutos em campo: 2.750

Foto de destaque: Jan Kruger/Getty Images

Mencionados neste artigo