‘Vejo meu grupo fisicamente preparado’ – garante Arthur Elias sobre Libertadores Feminina

Logo: Central do Timão

Central do Timão

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fcentraldotimao.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F02%2F46135676-scaled.jpg&q=25&w=1080
  1. Por Tatiane Vidal / Redação da Central do Timão

Em busca do tri da Libertadores Feminina, o Corinthians conheceu nesta terça (23), seus adversários na fase de grupo, do torneio que ocorre na Argentina, no dia 05 de março.

Cabeça de chave no Grupo A do torneio, o Corinthians enfrentará:

  1. El Nacional (Equador)
  1. Universitario (Peru)
  1. America de Cali (Colômbia)

Em entrevista coletiva concedida nesta terça (23), o técnico Arthur Elias avaliou os times rivais e deixou claro que mesmo comprometidos com o resultado, não será facil a competição.

Temos alguns times postulantes ao título nessa edição. São campeões nacionais e vices. Na primeira fase, considero o America de Cali o rival mais complicado. Já foi difícil quando nos enfrentamos em 2019. Mas é aquilo: vamos pegar o campeão equatoriano e do Peru. Não será fácil. No mata-mata, que virou só “mata”, vira um torneio ainda mais difícil, por ser circunstancial de um jogo. Aí, abre-se mais o leque. Nosso caminho não será fácil: Boca Juniors, Santiago Morning (Chile) e Ava/ Kindermann. Complicado”, disse Arthur.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=721&image=https%3A%2F%2Fcentraldotimao.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F02%2F50675051003_4417be8e69_c-1.jpg&q=25&w=1080

“É complicado falar de favoritismo. Sabemos que não vamos ganhar tudo, são pessoas comprometidas. Só nós sabemos o quanto foi complicado nos últimos anos. Sobre a parte física, temos o olhar de jogar com atletas “inteiras” todo jogo. Controle de carga, revezamento jogo a jogo. Ideia de trabalho. Vejo que o atleta precisa treinar e jogar. Sem exagerar. Mentalmente e taticamente não vai se desenvolver se extrapolar. Vamos ajustando. Vejo meu grupo fisicamente preparado“. completou.

A meio-campista e capitã da equipe, Grazi, esteve na coletiva e falou sobre motivação em atuar por mais uma Libertadores. São cinco disputadas, sendo a terceira com a camisa do Corinthians:

“A motivação já está em nós. Estamos pensando sempre no agora e isso nos motiva. Se um dia perdermos isso, não faz mais sentido estar aqui. Estamos trabalhando bastante em cima dos rivais, já conhecemos o America de Cali e vamos para surpreender “, disse Grazi.

Leia mais: