Veiga volta a marcar de pênalti, Palmeiras bate Goiás e amplia vantagem na ponta do Brasileiro | OneFootball

Veiga volta a marcar de pênalti, Palmeiras bate Goiás e amplia vantagem na ponta do Brasileiro

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

Mesmo com um time misto, o Palmeiras não teve dificuldades para derrotar o Goiás na tarde deste domingo. Atuando no Allianz Parque, o Verdão venceu por 3 a 0, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o clube paulista ampliou a sua vantagem na liderança no torneio. Mayke, Veiga, que voltou a converter uma cobrança de pênalti após três erros consecutivos, e Atuesta anotaram os gols.

Agora, o Alviverde tem 45 pontos, seis a mais que o vice-líder do Corinthians, que empatou por 1 a 1 com o Avaí neste sábado, na Ressacada. O Esmeraldino, por sua vez, estacionou na 13ª colocação, com 25 pontos.

O Palmeiras volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), quando recebe o Atlético-MG pelo jogo de volta das quartas de final da Libertadores. Na ida, houve um empate de 2 a 2. Já o Goiás enfrenta o Avaí no próximo sábado, às 16h30, em casa, pela 22ª rodada do Brasileirão.

O jogo – Empurrados pela torcida, os anfitriões começaram o embate dominando a posse de bola e buscando apertar. Após encontrar dificuldades nos primeiros minutos para levar perigo, a equipe de Abel Ferreira assustou pela primeira vez aos 11. Vanderlan cruzou rasteiro e Wesley chegou batendo. A bola desviou em Veiga no meio do caminho e quase enganou Tadeu, que fez grande defesa para evitar o gol. No rebote, Wesley mandou por cima.

Os visitantes responderam logo no lance seguinte. Depois de cobrança de falta na área, Caetano subiu mais que a defesa e finalizou de cabeça. Atento, Weverton voou para realizar grande intervenção.

Já aos 18, a rede balançou. Em rápido contra-ataque, Dudu arrancou pela esquerda e cruzou rasteiro para Mayke. O lateral chegou batendo de primeira e acertou uma bomba no ângulo de Tadeu, que não pôde fazer nada para evitar o golaço.

Após o tento, o jogo caiu de rendimento. O Goiás até tentou se lançar um pouco mais para o ataque, mas teve problemas na criação. Com isso, o time abusou dos cruzamentos, que foram quase todos vencidos pela defesa palmeirense.

Do outro lado, o Palmeiras só voltou ao ataque nos acréscimos, e foi preciso. Wesley desceu pela direita e cruzou na área. A bola, então, bateu no braço de Caetano. Depois de checar a imagem no VAR, Jean Pierre Goncalves Lima marcou pênalti. Na cobrança, Raphael Veiga ampliou.

2º tempo

Na volta do intervalo, o Verdão seguiu em busca de mais. Com o relógio marcando dois minutos, Scarpa mandou um lindo cruzamento de trivela para Navarro, que cabeceou para a defesa de Tadeu. Na sequência, foi a vez de Luan tentar. Após mais um cruzamento do meia, o zagueiro desviou de cabeça e tirou tinta da trave.

O Esmeraldino respondeu aos 11 minutos. Pedro Raul recebeu de costas para o gol e escorou para Diego, que emendou uma pancada por cima da meta. Aos 25, Renato Junior foi acionado na direita, puxou para o meia e bateu com muito perigo.

O Palmeiras, por sua vez, voltou a assustar com Wesley. O atacante foi lançado em velocidade pela direita, invadiu a área e chutou para fora. Aos 32, o garoto cruzou na medida para Flaco López, que cabeceou para grande defesa a queima roupa de Tadeu.

Já os 37, nada impediu o terceiro. Atuesta recebeu na intermediária e finalizou com categoria no ângulo para fechar a conta da vitória palmeirense.

FICHA TÉCNICA PALMEIRAS 3 X 0 GOIÁS

Local: Allianz Parque, em São Paulo, SP Data: 07 de julho de 2022 (domingo) Horário: 16 horas (de Brasília) Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS) Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Leirson Peng Martins (RS) VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN) Cartões amarelos: Zé Rafael e Gómez (Palmeiras); Dadá Belmonte, Danilo Barcelos e Felipe Bastos (Goiás) Público: 38.801 Renda: R$ 2.105.530,28.

GOLS: Mayke, aos 18 do 1ºT, Veiga, aos 49 do 1ºT, e Atuesta, aos 37 do 2ºT (Palmeiras)

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Gustavo Gómez, Luan e Vanderlan; Gabriel Menino (Atuesta), Zé Rafael (Danilo) e Raphael Veiga (Scarpa); Wesley, Dudu (Rony) e Rafael Navarro (Flaco López). Técnico: Abel Ferreira

GOIÁS: Tadeu; Reynaldo, Lucas Halter e Caetano; Dieguinho, Matheus Sales (Renato Junior), Caio Vínicius, Luan Dias (Felipe Bastos) e Danilo Barcelos (Nicolas); Pedro Raul e Dadá Belmonte Técnico: Jair Ventura

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo