Vasco goleia o Cruzeiro e se garante na final do Brasileirão Sub-17

Logo: CBF

CBF

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fconteudo.cbf.com.br%2Fcdn%2Fthumbs%2F910x0%2F202108%2F20210801122244_151.jpeg&q=25&w=1080

Vasco goleou o Cruzeiro e avançou pela primeira vez para a final do Brasileirão Sub-17 Vasco goleou o Cruzeiro e avançou pela primeira vez para a final do Brasileirão Sub-17 Créditos: Rafael Ribeiro/Vasco

Na manhã deste domingo (1), o Vasco conseguiu a classificação inédita para a final do Campeonato Brasileiro Sub-17. Após empate em 2 a 2 no primeiro jogo da semifinal diante do Cruzeiro, o Cruzmaltino venceu o time mineiro por 6 a 2, em São Januário.

O título da competição de base será disputado entre Vasco e Flamengo, que avançou no último sábado (31) ao eliminar o São Paulo. O Rubro-Negro venceu a primeira edição do torneio, em 2019, e o Fluminense foi o campeão de 2020.

O jogo

A partida começou equilibrada no Rio de Janeiro, com os dois times se lançando ao ataque em busca do gol. O Vasco largou na frente logo aos quatro minutos, quando Erick Marcus cobrou falta pela direita, e Andrey cabeceou sem chances de defesa. O Cruzeiro não demorou para responder e empatou na marca dos oito. Jhosefer foi derrubado dentro da área e, na cobrança do pênalti, Japa deixou tudo igual.

O Cruzmaltino voltou a ficar na frente na marca dos 17, quando Kauã Lucas avançou pela esquerda e finalizou firme para o gol. A bola bateu em Pedrão e entrou. Logo depois aos 25, em nova cobrança de pênalti, a Raposa empatou com Matheus Maia, que bateu forte no canto e venceu o goleiro. O jogo seguiu movimentado e, aos 38, o Vasco fez o terceiro. Após boa jogada de Erick Marcus pela esquerda, a bola sobrou para Paulinho empurrar para o fundo das redes: 3 a 2.

No segundo tempo, a equipe carioca balançou as redes mais duas vezes e confirmou a vaga na grande final da competição. Aos 16, Ray cobrou escanteio curto e colocou a bola na área. Roger desviou, e GB completou para o gol. Na marca dos 32, Lucas Eduardo lançou na medida para Paulinho, que finalizou cruzado, no cantinho, para fazer o quinto. Para fechar, já aos 47, Lucas Eduardo invadiu a área para liquidar a fatura: 6 a 2.

Saiba mais sobre o veículo