Union Berlin poderá jogar diante de sua torcida na última rodada da Bundesliga

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fwww.gazetaesportiva.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fimagem%2F2021%2F05%2F18%2F000_9A77LF-scaled.jpg&q=25&w=1080

Depois de sete meses jogando com os portões fechados, o Union Berlin poderá disputar sua última partida da Bundesliga, no sábado, contra o Leipzig, diante de 2.000 espectadores, graças a uma decisão favorável nesta segunda-feira das autoridades da capital alemã.

Nenhum outro clube da primeira divisão anunciou ainda a volta da torcida, no momento em que resta apenas uma rodada para a conclusão do campeonato, além do tradicional playoff de promoção-rebaixamento entre o 16º da primeira divisão e o terceiro da segunda.

“Decidimos, em comum acordo com as autoridades sanitárias, que 2.000 pessoas poderão entrar no estádio”, disse um porta-voz do departamento de esportes da cidade.

O Union Berlin, atualmente sétimo, recebe o vice-líder Leipzig em uma partida com muito em jogo: para os berlinenses o objetivo é defender uma posição que dê acesso à nova competição da Uefa, a Conference League.

Para o RB Leipzig, a luta é para defender a segunda posição, ameaçada pelo Wolfsburg, com quem está empatado em número de pontos.

O pequeno estádio Alte Försterei (a velha casa na floresta), conhecido por ser um dos mais efervescentes da Alemanha, não recebe espectadores nas arquibancadas desde o dia 24 de outubro.

Depois de uma reabertura muito tímida em outubro, que durou três rodadas para os mais sortudos, a Bundesliga logo fechou os estádios novamente devido à segunda onda de covid-19.

O único clube da primeira divisão alemã que não pôde receber torcedores desde o fechamento em março de 2020 foi o Bayern de Munique.

Saiba mais sobre o veículo