Uber faz “apitaço” em jogos para promover campanha de combate ao assédio | OneFootball

Uber faz “apitaço” em jogos para promover campanha de combate ao assédio

Logo: MKT Esportivo

MKT Esportivo

A Uber utilizou o intervalo das partidas Atlético Mineiro x Fluminense e Corinthians x Athletico, para uma importante campanha de conscientização. A empresa promoveu um “apitaço” em dois momentos dos duelos e foi explicado pelos narradores em questão: tratava-se de uma ação do app de viagens em parceria com o MeToo Brasil em prol de uma campanha educativa de combate ao assédio.

“Queremos mostrar que sequer existe lugar para debate sobre o que é ou não é assédio e reforçar que para nós a regra é clara e não toleramos esse tipo de comportamento em nossa plataforma”, disse a diretora de Marketing da Uber no Brasil, Luciana Ceccato.

“Essa é uma campanha de extrema importância porque para a gente buscar uma solução real precisamos ir na raiz da questão: dialogar e engajar os homens para que eles entendam os limites e o consentimento”, acrescentou a idealizadora do Me Too Brasil, Marina Ganzarolli.

Como complemento, vídeos educativos também estão sendo divulgados para alertar motoristas e entregadores parceiros, além de usuários, sobre comportamentos que não são tolerados na plataforma, de acordo com o Código da Comunidade.

Além dos jogos, a campanha também contou com uma ação envolvendo diversos influenciadores como, por exemplo: Titi Muller, Marina Ganzarolli, Dandara Pagu, Bianca Santos e Fernanda Moreira. Em diversos posts é possível identificar diversos relatos de motoristas e usuárias que denunciam comportamentos inapropriados e que não são tolerados na plataforma da Uber.

Os conteúdos estão sendo enviados pelo próprio aplicativo da Uber e também já estão disponíveis na página para os usuários em geral poderem assistir, compartilhar e conhecer um pouco mais sobre as iniciativas no enfrentamento à violência contra a mulher.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo