Turco Mohamed fala sobre demissão no Atlético e pressão das redes sociais pela volta de Cuca | OneFootball

Turco Mohamed fala sobre demissão no Atlético e pressão das redes sociais pela volta de Cuca

Logo: Mercado do Futebol

Mercado do Futebol

O ex-treinador do Atlético Mineiro falou sobre sua passagem no clube alvinegro em entrevista a ESPN na Argentina

Um mês após a sua saída oficial do Atlético Mineiro, o treinador Antonio ‘El Turco’ Mohamed falou sobre o seu período no Galo, onde trabalhou de janeiro à julho desse ano, quando foi demitido após o empate em 1×1 com o Cuiabá pelo Brasileirão 2022.

O treinador deu entrevista para a ESPN Argentina, onde participou de alguns programas da emissora. Lá, Turco comentou sua demissão e as estruturas do clube alvinegro, além da pressão sofrida nas redes sociais pela mudança de treinador.

“É um clube de primeiro nível, como os mexicanos e os europeus. Como aqui na Argentina alguns clubes estão se colocando também nesse nível com o prédio, com o almoço, o café da manhã. A verdade é que a gente do clube se portou 1000%.  Não 100%. Foi 1000%. Queria agradecer isso. Porque eles vieram à minha casa na semana que fomos embora, fizemos uma comida e vieram à minha casa se despedir. Foi muito lindo, muito emocionante.”

“As decisões tomam os donos. E quando se tomam essas decisões temos que respeitá-las. Nós acreditamos também que foi muito gerado pelas redes sociais, porque queriam outro treinador, queriam a volta do Cuca. Quando o time jogava mal, sempre a culpa era nossa. Nesse caso, nunca se levava em conta o rendimento dos jogadores. Sabíamos que ia ser assim, que ia ser uma etapa difícil, um momento de transição quando a equipe jogava mal”

O treinador ainda falou da saída de alguns jogadores e que isso prejudicou a equipe, já que muitos desfalques aconteceram nesse período.

Venderam muitos jogadores. A ‘segunda linha’ (opções de banco) da equipe ficou muito defasada. Além disso, Vargas, Zaracho e Keno ficaram um bom tempo fora por lesão. Contra o Emelec, precisamos acionar garotos. Agora, o clube se reforçou e teve a volta destes atletas; assim, sem dúvidas, vai começar a andar.

Foto de Pedro Souza/Atlético

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo