🇦🇹 Tudo que você precisa saber sobre a Bundesliga austríaca | OneFootball

🇦🇹 Tudo que você precisa saber sobre a Bundesliga austríaca

Logo: OneFootball

OneFootball

Joana Bueno

O OneFootball agora transmite ao vivo todos os jogos do Campeonato Austríaco para o Brasil, e se você não sabe nada de futebol austríaco, a gente te ajuda a se atualizar para acompanhar a Tipico Bundesliga com propriedade.

Wunderteam

Hoje em dia é difícil de acreditar, mas a Áustria já teve o melhor futebol do mundo. Sem participar de uma Copa do Mundo desde 1998, a seleção austríaca foi considerada por muitos a melhor do mundo entre 1931 e 1932, quando ficou 11 partidas invicta, batendo adversários como Alemanha, Escócia e Itália.

No entanto, em um país de menos de 9 milhões de habitantes e montanhas cheias de neve mais propícias ao esqui que ao toque de bola, ficou difícil competir, e o futebol perdeu popularidade e qualidade na Áustria.

Regulamento ‘carioca’

Se você achava que o Campeonato Carioca era difícil de entender, é porque você não acompanha o Austriacão. Com apenas 12 times na primeira divisão – e um calendário de 9 meses para encher de jogos -, a Bundesliga austríaca tem uma primeira fase em sistema de pontos corridos, turno e returno, e uma segunda fase onde os seis primeiros times se enfrentam novamente entre si pelo título, enquanto os seis da parte de baixo da tabela jogam entre si contra o rebaixamento.

Metade dos pontos obtidos na primeira fase são levados pra segunda, que já começa com uma tabela semi-preenchida.

Red Bull

A Áustria é a casa da empresa de energéticos Red Bull, e o RB Salzburg foi o primeiro clube a ser gerenciado pela companhia. Fundado em 1933, foi adquirido pela Red Bull em 2005, e em poucos anos conseguiu superar os tradicionais Rapid Viena e Austria Viena, vencendo 11 das últimas 14 edições do Campeonato Austríaco.

Celeiro de talentos

Acompanhando RB Salzburg, Rapid Viena, Austria Viena, Sturm Graz & Cia., você dificilmente vai se deparar com grandes estrelas em campo. Mas vai notar diversos jovens talentos, que, provavelmente na temporada seguinte, já estarão desfilando por gramados mais valiosos.

Recentemente, a Bundesliga austríaca exportou talentos como Erling Haaland (Borussia Dortmund), Takumi Minamino, Naby Keïta e Sadio Mané (Liverpool), Upamecano e Sabitzer (RB Leipzig). E sim, boa parte deles saiu da fábrica de boleiros que é o RB Salzburg.

Belos estádios

Tendo sediado a Eurocopa há apenas 12 anos, a Áustria conta com alguns belos e modernos estádios, e dois deles recebem jogos da Bundesliga: a Red Bull Arena, em Salzburgo, e o Tivoli-Neu, casa do WSG Tirol.

Por outro lado, alguns clubes contam com arenas tão modestas que os dias de jogos mais parecem festa do condomínio. O Wolfsberger AC, por exemplo, viaja duas horas até Klagenfurt para jogar no moderno Wörthersee Stadion, também palco da Euro 2008, em dia de Liga Europa, pois seu estádio, a Lavanttal Arena, com pouco mais de 7 mil assentos, é pequeno demais para competições europeias.