Totti: “Lamento nunca ter negociado com o Barcelona, teria sido bom jogar lá” | OneFootball

Totti: “Lamento nunca ter negociado com o Barcelona, teria sido bom jogar lá”

Logo: Trivela

Trivela

Francesco Totti escreveu uma história das mais fantásticas no futebol. Jogou por toda a carreira na Roma, com 25 anos defendendo os giallorrossi, de 1992 a 2017. É sabido que muitos clubes tentaram tirar o jogador da capital italiana, especialmente o Real Madrid. O ex-camisa 10 romanista, porém, disse que um clube que nunca o procurou foi o Barcelona, algo que ele lamenta.

“Não, honestamente, durante a minha carreira, nunca conversei com o Barcelona sobre uma transferência para a Catalunha”, disse ao catalão Sport. “O Real Madrid, ao contrário, fez de tudo. Eu lamento muito porque o Barcelona é um grande time para se assistir e teria sido bom jogar lá. Em outro mundo, vamos ver se o Barcelona aparece”.

“Para mim, ficar em Roma foi a melhor escolha. É verdade que em algum ponto da minha carreira, fiquei perto de assinar com o Real Madrid. Mas decidi ficar com meu coração”, contou o ídolo romanista. “É normal que quando você joga em certos times como a Roma, diferente do Real Madrid, você tem menos chance de ganhar uma Champions League. Mas a Roma é minha campeã”.

O Barcelona recentemente contratou Xavi como seu novo técnico, depois de demitir Ronald Koeman. Totti acredita que o lendário jogador do clube vai recolocar os blaugranas no caminho, depois de anos derrapando. “A situação é um pouco particular. Mesmo de fora, vimos o Barcelona ganhar todo jogo com diferença de três ou quatro gols”, disse Totti.

“Agora, houve mudanças, houve uma revolução real. Não será fácil, mas eu tenho certeza que o clube voltará aos mais altos níveis. Se ele treinar como jogou, não acho que haverá muitos problemas. Nesse time, há grandes jogadores jovens, que terão futuro promissor”, analisou Totti.

Foram 785 jogos de Totti pela Roma, com 307 gols marcados e 186 assistências. Foi artilheiro da Serie A, campeão italiano em 2000/01, campeão da Copa da Itália duas vezes e também duas vezes da Supercopa da Itália. Pela Itália, conquistou o título europeu sub-21 em 1996 e depois a Copa do Mundo de 2006 pela Azzurra, quando decidiu se aposentar da seleção italiana.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo