Torcedor comete injúria racial contra Paulo César de Oliveira em redes sociais

Logo: Central do Timão

Central do Timão

Imagem do artigo: Torcedor comete injúria racial contra Paulo César de Oliveira em redes sociais

O comentarista da Rede Globo vai registrar ocorrência em delegacia especializada contra o internauta

O ex-árbitro e atual comentarista de arbitragem da Rede Globo, Paulo César de Oliveira, foi vítima de um comentário racista em seu perfil no Instagram, por suas opiniões a respeito de um pênalti marcado contra o Corinthians no jogo da 10ª rodada do Brasileirão, onde o Fluminense venceu por 2×1.

Um torcedor, aparentemente corinthiano, o chamou de “macaco sem vergonha” em uma publicação no Instagram. O usuário atende por “Gugu Berti”.

Foi um comentário de um internauta, vi só na segunda-feira. Ontem (terça) fiz contato com a delegacia especializada em crime virtual em São Paulo e hoje como vou trabalhar lá, estou na estrada e vou registrar a ocorrência. Pediram pra salvar a URL do perfil, o print, e já fiz isso. Estou indo agora à tarde. O comentário ainda está na minha publicação, não respondi nada para não alardear, mas pedi orientação ontem e vou registrar. É inaceitável”, disse o comentarista ao Globo Esporte.

Um pênalti marcado contra o Corinthians pelo árbitro Bráulio da Silva Machado foi o motivo do comentário racista. Atuando na Central do Apito naquela transmissão, Paulo César de Oliveira comentou concordando com a marcação.

Nessa ação do Bruno Méndez, ele está com o braço muito levantado. Mesmo batendo no corpo antes, aquele braço acima da linha do ombro, numa posição antinatural, é pênalti. Houve mudança na orientação“.

O internauta comentou: “Mão do Fluminense segue o jogo mão do Corinthians o macaco comentarista da Globo lixo é pênalti claro macaco sem vergonha” (SIC)

O perfil gugu.berti foi excluído, mas reapareceu depois e escreveu um pedido de desculpas depois da repercussão: “Quero aqui pedi desculpas pelo que falei eu tava álcoolizado sei que errei e tbm passei do limite desculpa a todos tb já sofri ato desse tipo me desculpa” (SIC).

Por Nágela Gaia/Redação da Central do Timão