Todas as palavras de Thomas Tuchel antes da partida contra o Watford pela última rodada da Premier League | OneFootball

Todas as palavras de Thomas Tuchel antes da partida contra o Watford pela última rodada da Premier League

Logo: Chelsea Fans Brasil

Chelsea Fans Brasil

Antes da última rodada da Premier League, Thomas Tuchel conversou com a imprensa em Stamford Bridge.

Os Blues enfrentam o Watford na trigésima oitava rodada da Premier League e com o terceiro lugar já assegurado, buscará apenas encerrar a temporada com uma vitória em casa.

Thomas Tuchel na coletiva falou sobre os desafios durante a temporada e as situações que a equipe teve que se adaptar.

“Não, isso faz com que talvez esteja no topo da lista de temporadas que tivemos. Eu não julgo temporadas como esta porque no momento e enquanto você está fazendo isso como treinador, sempre se sente desafiador e sempre se sente exigente. Não julgo como se fosse a [temporada] mais exigente.”“Nesse momento você se adapta à situação – ou tenta se adaptar – e tenta encontrar soluções e é sempre desafiador. Pode ser a partir de resultados, da atmosfera no vestiário, de coisas loucas como sanções, que ninguém poderia prever ou nunca pensar.”“Foi muito desafiador, mas, ao mesmo tempo, também foi exigente, mas também muito divertido. Este é um puro prazer estar no meio disso e ainda ter a chance de guiar a equipe e fazer parte dela. Então está tudo bem. Sempre tentamos nos adaptar e encontrar soluções.”

A campanha do Chelsea em Stamford Bridge não foi como esperada, com a equipe acumulando empates e derrotas seguidas em seus domínios. Thomas Tuchel admitiu que a campanha em casa não foi das melhores e acredita que a equipe pode fazer melhor.

“Claro, eu acho que podemos fazer melhor. Eu acho que não é muito, são margens. Não é o momento em que analisei tudo e não tenho a resposta porque teríamos mudado antes. Lutamos com eficiência, com recordes de gols, com consistência, com determinação, com precisão na área contra equipes que defendem muito atrás.”“É assim, mas falta uma qualidade enorme com N’Golo [Kanté], Ben Chilwell, Reece James [sendo lesionado]. Se você vê-los nas últimas semanas, talvez seja um milagre que estejamos entre os três melhores durante toda a temporada sem esses jogadores-chave porque sentimos falta deles por semanas e semanas e semanas e isso nunca parou para nós.”“Talvez isso só precise mudar, que tenhamos todos disponíveis. Mas os melhores times, o Liverpool comprou um jogador fantástico [Luis Diaz] em janeiro para tornar o time existente mais forte. O Man City contratou Erling [Haaland] já para tornar o elenco existente mais forte. Estamos perdendo jogadores, então no momento meu foco é construir uma equipe forte e ver o que é mesmo possível e então pensamos em como fechamos a lacuna.”

Os torcedores do Chelsea exibiram um banner de Thomas Tuchel antes da partida contra o Leicester City. Tuchel se mostrou feliz com a homenagem dos torcedores e apoio demonstrado.

Foto: Chelsea FC / Reprodução

“Fiquei muito feliz – nunca tive uma faixa. Eu estava olhando para a bandeira de Mason Mount até que alguém me disse que havia outra faixa do outro lado [para mim]. Muito bom e muito obrigado e eu vou fazer o meu melhor para merecê-la.”

Desde que chegou a um acordo pela compra do Chelsea, Todd Boehly não conseguiu assistir a uma vitória do Chelsea em Stamford Bridge. Em tom descontraído, Thomas Tuchel falou sobre o fato, além do investimento que será necessário para tornar a equipe mais competitiva.

Chelsea’s prospective US owner Todd Boehly (C) applauds Chelsea’s first goal during the English Premier League football match between Chelsea and Leicester City at Stamford Bridge in London on May 19, 2022. (Photo by ADRIAN DENNIS/AFP via Getty Images)

“Ele estava aqui de novo [contra o Leicester]? Bem, isso é um sinal claro! Ele vai assistir na ESPN em Los Angeles na próxima temporada. Já está claro. Se é assim, é claro.”“Sim, mas eu não sei [sobre os investimentos]. Seremos muito abertos e honestos. Ele vai ter o meu ponto de vista se ele quiser tê-lo. Claro, perdemos jogadores importantes e lutamos ultimamente para ganhar nossos jogos em casa. Ele estava na final em Wembley também. Então, talvez quando o negócio estiver feito e ele for nosso dono, ele seja o amuleto da sorte que precisamos. Nós damos a ele um pouco mais de crédito.”

Kepa Arrizabalaga tem sido a segunda opção para o gol do Chelsea desde a chegada de Édouard Mendy. Thomas Tuchel falou sobre o futuro do goleiro espanhol, admitindo que o mesmo não é feliz com as poucas oportunidades.

LONDON, ENGLAND – FEBRUARY 27: Kepa Arrizabalaga replaces Edouard Mendy of Chelsea during the Carabao Cup Final match between Chelsea and Liverpool at Wembley Stadium on February 27, 2022 in London, England. (Photo by Shaun Botterill/Getty Images)

“Depende do que ele quer e depende de quais são seus planos, mas sei que temos muito privilégio de ter Edou [Mendy] e Kepa [Arrizabalaga] no nosso time. Eu tenho certeza que Kepa não está feliz com a situação e ele merece jogar mais e ele pode ser um forte número um.”“Ele chegou como goleiro número um, então a situação não é fácil. Posso dizer que ele é um jogador fantástico desde o primeiro dia e sempre foi e nunca decepcionou ninguém. Então não, nós não tivemos essa conversa [sobre sua saída]. Eu sei que os treinadores de goleiros têm essas conversas no momento e então vamos ter nosso tempo para falar com ele, refletir o que é melhor, quais são as possibilidades e eu estou, claro, como treinador, super feliz por ter os dois goleiros fortes. Vamos ver.”

Após ressaltar a importância de N’golo Kanté desde que chegou ao Chelsea, Thomas Tuchel foi questionado se Reece James também tem a mesma influência e disse:

NEWCASTLE UPON TYNE, ENGLAND – OCTOBER 30: N’Golo Kante of Newcastle vies with Ryan Fraser of Newcastle United during the Premier League match between Newcastle United and Chelsea at St. James Park on October 30, 2021 in Newcastle upon Tyne, England. (Photo by Ian MacNicol/Getty Images)

“Ainda não dada a história do N’Golo [Kanté] e os títulos e o que ele conquistou ao longo dos anos e com a seleção nacional, todo o sucesso. Ele [James] tem tudo o que é preciso para ser um dos melhores, mas há um longo caminho a percorrer para Reece.”“Há um potencial incrível e ele tem a habilidade, o corpo, o físico, a mentalidade de chegar ao topo, mas ainda há um longo caminho a percorrer. Vamos apoiá-lo, vamos empurrá-lo para que ele possa ser o jogador do Chelsea.”

Roy Hodgson vai se aposentar após a partida do Watford contra o Chelsea neste domingo, encerrando sua carreira aos 74 anos de idade. Thomas Tuchel comentou sobre a aposentadoria do companheiro de profissão.

“Eu não me sinto tão velho – e ele [Rodgeson] não parece tão velho. Estou feliz em encontrá-lo novamente. Eu o conheci uma vez antes de jogarmos um contra o outro. Eu o conheci aqui em Londres em uma rodada para discutir a performance que foi muito agradável. Eu era treinador do Dortmund na época eu acho e ele era muito impressionante, super amigável, um cavalheiro e muito aberto em compartilhar seu ponto de vista e suas opiniões.”“É bom estar na linha lateral com ele. Se é seu último jogo, ele merece todo o crédito por sua carreira e é impressionante que neste tipo de idade ele ainda tenha a energia e o compromisso e o amor pelo jogo. Eu acho que pode acontecer comigo para ser muito honesto, mas vamos ver.”“Tenho quase certeza [de que amarei o futebol daqui a 26 anos], tenho quase certeza.”

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo