Ten Hag fica surpreso com futebol ruim do United; Guardiola exalta Haaland | OneFootball

Icon: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

·02 de outubro de 2022

Ten Hag fica surpreso com futebol ruim do United; Guardiola exalta Haaland

Imagem do artigo:Ten Hag fica surpreso com futebol ruim do United; Guardiola exalta Haaland

Com hat-tricks do norueguês Erling Haaland e de Phil Foden, o Manchester City venceu o clássico contra o Manchester United por um espetacular 6 a 3 neste domingo, no principal jogo da 9ª rodada do Campeonato Inglês.

Com 20 pontos, o City, vice-líder da competição, volta a ficar a um ponto do líder Arsenal, que no sábado venceu o Tottenham por 3 a 1, enquanto o Manchester United é o sexto, com 12.

Foi um jogo quase perfeito para os ‘Citizens’, que aproveitaram a tarde inspirada de Foden (três gols) e Kevin De Bruyne (duas assistências), mas principalmente o faro de gol de Haaland, envolvido diretamente em cinco dos seis gols da equipe, com um hat-trick e duas assistências.

Antes do intervalo, o City já ganhava por 4 a 0, com dois gols de Foden (aos oito e aos 44 minutos) e dois de Haaland (aos 34 e aos 37).

O brasileiro Antony descontou para o United aos 11 do segundo tempo, mas Haaland e Foden aumentaram ainda mais a vantagem dos ‘Citizens’.

Nos minutos finais, o francês Anthony Martial balançou as redes mais duas vezes para os ‘Red Devils’, deixando a derrota um pouco mais honrosa.

“Nosso jogo não foi bom. Nos faltou confiança individual e como equipe”, lamentou o técnico do United, Erik Ten Hag, admitindo estar “surpreso” com a má atuação de seus jogadores.

Haaland, artilheiro isolado da Premier League, já marcou 14 gols em oito jogos na temporada. Aos 22 anos, o norueguês vem mostrando que não é só um ‘matador’ de área e parece ter se integrado perfeitamente no plano coletivo, como deseja o técnico Josep Guardiola. Prova disso são as duas assistências para Foden.

“O que Erling está fazendo, já fez na Noruega, Áustria e Alemanha. Essa é a realidade. Ele veio aqui e viu que os caras correm como animais, então ele também tem que fazer o mesmo. E a qualidade que temos o ajuda a marcar gols”, elogiou Guardiola.

“Sempre queremos ir para cima e atacar. É o que gosto nesta equipe”, disse o atacante norueguês depois de seu primeiro clássico de Manchester.

Saiba mais sobre o veículo