Suor e cerveja: uma pequena polêmica movimenta a seleção da Suécia

Logo: MaisQueUmJogo - MQJ

MaisQueUmJogo - MQJ

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fmaisqueumjogo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F06%2FCaptura-de-Tela-2021-06-09-as-11.11.56.png&q=25&w=1080

Em tempos de Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, a seleção da Suécia enfrentou um pequeno entrevero. O assessor de imprensa da equipe escandinava, Jakob Kakembo Andersson, se envolveu com uma questão incômoda. Ele postou no Instagram uma foto na qual aparece acompanhado dos jogadores Txuri Urdin e Robin Quaison, ambos atacantes.

O problema é que na imagem parece que o grupo está tomando cerveja, enquanto relaxavam no terraço da cobertura do hotel onde estavam hospedados com a seleção sueca em Estocolmo. Mais ainda: o assessor está vestido com camisa oficial da delegação de seu país.

De acordo com as regras da Federação Sueca de Futebol, nenhum membro da equipe pode beber álcool com as roupas da seleção nacional. Assim, o secretário-geral da Federação, Håkan Sjöstrand, um dos promotores desta medida há quatro anos repreendeu Kakembo. O assessor deletou a publicação e se desculpou publicamente:

“Às vezes você faz errado. Então você tem que aceitar e se desculpar”, escreveu.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=707&image=https%3A%2F%2Fmaisqueumjogo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2020%2F12%2FPhilippe-Coutinho-Barcelona-1-405x265.jpg&q=25&w=1080

Para amenizar o estrago, nem Isak nem Quaison aparecem na referida fotografia bebendo álcool. Mais que isso: o atacante Real tem uma garrafa d’água ao lado.

Saiba mais sobre o veículo