STJD absolve São Paulo por suposto ato racista de torcedor no Morumbi | OneFootball

STJD absolve São Paulo por suposto ato racista de torcedor no Morumbi

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) absolveu nesta quarta-feira o São Paulo pelo suposto ato de racismo de um torcedor no estádio do Morumbi na partida contra o Fluminense, válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

No último dia 17 de julho, torcedores do Fluminense gravaram um são-paulino fazendo gestos que foram interpretados inicialmente como racistas. A Procuradoria do STJD, então, decidiu enquadrar o clube do Morumbi no artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por prática de “ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência”.

A pena neste caso é de multa entra R$ 100 e R$ 100 mil, suspensão de cinco a dez partidas se o ato for praticado por atleta ou membros da comissão, e suspensão entre 120 e 370 dias para qualquer outra pessoa submetida ao CBJD.

Os auditores da Terceira Comissão Disciplinar do STJD decidiram absolver o São Paulo após a defesa de Luciana Lopes, que representou o Tricolor no Tribunal. A advogada apresentou vídeos do são-paulino acusado e de um torcedor do Fluminense que presenciou o ocorrido. Ambos explicaram que os gestos faziam alusão ao físico “forte” do torcedor rival que estava na arquibancada de visitante.

“O clube defende valores. O São Paulo vem sendo vítima constante de preconceitos raciais e homofóbicos. Estamos falando de um clube praticamente centenário e nunca, em sua história, esteve presente em nenhum tribunal por praticar preconceitos. E se orgulha muito disso. É muito triste subir à tribuna hoje para fazer a defesa de um suposto ato racista, e não vamos deixar a imagem do clube ser prejudica por isso. O gesto que ele fez é praticamente igual ao do Hulk quando comemora seus gols. Não estou aqui para minimizar a sensação de quem se sentiu ofendido, mas havia policiamento no estádio e ele preferiu ir para casa e divulgar o vídeo mais tarde. Depois disso, o próprio São Paulo divulgou nota repudiando qualquer ato racista e levou o caso à polícia para pedir apuração, onde tudo ficou esclarecido como bem colocado pelos dois torcedores nos vídeos apresentados. Com muita tranquilidade, a defesa pede a absolvição do clube”, disse a advogada.

Clubes multados

Apesar de ter sido absolvido do julgamento relacionado aos supostos gestos racistas, o São Paulo foi multado em R$ 6 mil por ter se atrasado para voltar ao campo no segundo tempo da partida contra o Fluminense. O Tricolor carioca, por sua vez, foi penalizado em R$ 3 mil por também ter entrado tardiamente no gramado no primeiro tempo, atrasando o início do jogo em três minutos.

Ambas as equipes foram enquadradas no artigo 206 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê multa de R$ 100 a R$ 1 mil por minuto de atraso.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo