Somente na prorrogação é que o Sevilla eliminou o Córdoba, atualmente na quarta divisão, da Copa do Rei | OneFootball

Somente na prorrogação é que o Sevilla eliminou o Córdoba, atualmente na quarta divisão, da Copa do Rei

Logo: Trivela

Trivela

Se a terça-feira de Copa do Rei ficou marcada por goleadas inapeláveis, a quarta-feira veria muitos times da elite suarem um bocado para conquistar a classificação. O dia contaria com 23 partidas, todas válidas pela primeira fase. E a história que mais chama atenção é do Sevilla, que demorou para resolver sua vida contra o Córdoba. Tudo bem que os Califas possuem sua tradição e disputaram a primeira divisão pela última vez em 2014/15, mas atualmente militam no quarto nível de La Liga. Os sevillistas, ainda assim, só confirmaram o triunfo por 1 a 0 no segundo tempo da prorrogação.

O Estádio Nuevo Arcángel estava cheio para o encontro de andaluzes. Mesmo com reservas, o Sevilla até criou as melhores chances, mas parou no goleiro Felipe Ramos. E o Córdoba também poderia ter arrancado a vitória, numa grande defesa de Marko Dmitrovic contra Carlos Puga e numa bomba de Willy Ledesma que triscou o travessão. Os rojiblancos só melhoraram quando jogadores importantes saíram do banco. O gol decisivo surgiu no início do segundo tempo extra, quando Lucas Ocampos passou pelo goleiro e tocou às redes vazias.

O sofrimento não seria exclusivo do Sevilla, porém. O Mallorca também dependeu da prorrogação para bater por 2 a 0 a Gimnástica Segoviana, da quarta divisão. E isso porque os anfitriões perderam um pênalti, numa tentativa de cavadinha de Alexander Szymanowski que o goleiro Dominik Greif pegou. O tempo extra contou até com confusão generalizada, mas dois gols de Ángel Rodríguez salvaram os bermellones. Já o Espanyol não precisou de 120 minutos, mas tomou um susto nos 3 a 2 contra o Solares, da sexta divisão. Numa grama sintética encharcada pela chuva, os Pericos marcaram os três primeiros com Loren Morón. Os anfitriões, contudo, conseguiram descontar duas vezes com Gelo e Gutiérrez (este, num golaço de falta), saindo aplaudidos no fim.

Mais tranquilidade tiveram Real Sociedad e Betis. Os txuri-urdin não deram mole contra a Panadería Pulido, time da quarta divisão fundado por uma padaria, e golearam por 4 a 0. Portu, Aihen Muñoz, Alexander Sörloth e Naïs Djouahra marcaram os gols no Estádio Gran Canária. Já os beticos também fizeram 4 a 0 na visita ao Alicante, da sexta divisão. O destaque ficou para o golaço de Christian Tello. Diego Lainez, Joaquín (que teve seu nome gritado pela torcida adversária) e Marc Bartra anotaram os demais tentos.

Dentre os times das divisões de acesso, chama atenção a sofrida classificação do Deportivo de La Coruña. Os galegos foram até a prorrogação para superar o UCAM Murcia por 4 a 3, num duelo entre dois times da terceira divisão. Além do mais, quatro equipes da quarta divisão eliminaram oponentes dos níveis acima. O maior feito foi do Andratx, que bateu o tradicional Oviedo, atualmente na segundona, por 2 a 1. Talavera, Arenteiro e Bergantiños foram os outros times da quarta divisão que avançaram. Completam a lista de classificados nesta quarta-feira: Zaragoza, Ibiza, Fuenlabrada, Ponferradina, Amorebieta e Mirandés, da segundona; e Unionistas, San Sebastián de los Reyes, Zamora, Cultural Leonesa e Atlético Baleares, da terceirona.

Os últimos 17 jogos da primeira fase da Copa do Rei acontecem nesta quinta. Estarão em campo Rayo Vallecano, Osasuna, Levante, Valencia, Elche e Cádiz, entre os representantes da elite. Vale lembrar que os clubes classificados à Supercopa (Atlético de Madrid, Barcelona, Real Madrid e Athletic Bilbao) entram diretamente nos 16-avos de final, duas fases à frente do restante dos times da primeira divisão.

Saiba mais sobre o veículo