Sócrates Award: ídolo do Corinthians é escolhido como símbolo do mais novo prêmio da Bola de Ouro | OneFootball

Icon: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

·22 de setembro de 2022

Sócrates Award: ídolo do Corinthians é escolhido como símbolo do mais novo prêmio da Bola de Ouro

Imagem do artigo:Sócrates Award: ídolo do Corinthians é escolhido como símbolo do mais novo prêmio da Bola de Ouro

Na manhã desta quarta-feira (21), a revista France Football anunciou a criação de uma nova categoria de premiação para o Bola de Ouro: o Sócrates Awards. A cerimônia, que reúne os maiores nomes do futebol, deve acontecer em 17 de outubro, no Teatro Chatelet em Paris. A premiação deve agraciar em nome do ‘Doutor’, atletas militantes e colaboradores de projetos sociais, envolvidos em causas socioambientais e políticas, que visam um mundo mais justo e menos desigual.

Sócrates foi o nome escolhido pela revista, por sua participação ativa no movimento denominado ‘democracia corinthiana’, que na década de 80 foi exemplo de luta antifascista e resistência à ditadura militar, imposta em 1964. Além disso, a organização foi responsável por uma revolução na gestão do Corinthians, quando todos os envolvidos no cotidiano do clube, tinham poder de voto (igualitário) na tomada de decisões do time.

Gostando do texto? Mais informações sobre o Corinthians você encontra no Esporte News Mundo através do TwitterFacebook e Instagram.

O premiado será eleito por um júri que conta com os diretores da Peace and Sport – organização internacional que utiliza o esporte como ferramenta para construção de um mundo mais seguro, justo, pacífico e inclusivo – e Raí – irmão mais novo de Sócrates, ídolo do São Paulo e campeão mundial em 1994 com a seleção.

O Doutor Sócrates Brasileiro Sampaio de Souza Vieira de Oliveira, foi um médico e futebolista, que atuou no Corinthians entre os anos de 1978 e 1984. Ídolo alvinegro, o jogador conquistou com a camisa do Time do Povo os campeonatos paulistas de 1979, 1982 e 1983, mas se destacou fora de campo ao encabeçar a ‘Democracia Corinthiana’. Além de defender o Timão, o jogador teve passagem por outros clubes brasileiros, atuou no futebol europeu e foi convocado para as copas de 1982 e 1986.

Saiba mais sobre o veículo