Só os gringos: Os elencos com mais estrangeiros da Série A

Logo: OneFootball

OneFootball

Matheus Palmieri

Imagem do artigo: Só os gringos: Os elencos com mais estrangeiros da Série A

O Campeonato Brasileiro vem se tornando cada vez mais palco de jogadores e treinadores estrangeiros. Seja novos talentos despontando no futebol sul-americano ou veteranos que vêm ao país experimentar novos ares, o Brasileirão soma hoje cerca de 60 jogadores de fora do Brasil. Você sabe quem tem mais gringos dentro do elenco? 


Inter lidera, com oito

Com um treinador argentino, o Internacional aparece em primeiro lugar com oito jogadores estrangeiros em seu elenco.

Destaque para a comunidade de hermanos: são 5 jogadores vindo da Argentina, o zagueiro Victor Cuesta, o lateral Renzo Saravia, os meias Damián Musto e Andrés D’Alessandro, além do atacante Leandro Fernández.  

Além disso, o Colorado conta com o único gringo vindo da América do Norte: o meia Johnny, destaque das categorias de base da equipe que nasceu nos Estados Unidos, mas tem nacionalidade brasileira também.

Completam a lista dois centroavantes: Paolo Guerrero, do Peru, e Abel Henández, do Uruguai.


Botafogo na vice-liderança, com seis

No segundo lugar, o clube que investiu em dois nomes históricos de suas seleções: o japonês Honda e o marfinense Kalou.

O Botafogo ainda soma o ídolo Gatito Fernandez, além de outras três apostas dentro do mercado sul-americano: o atacante peruano Alexandrer Lacaros, o lateral uruguaio Federico Barrandeguy e o meia colombiano Carlos Rentería, chegando ao total de seis nomes.  

Confira todos os clubes: 


Atlético-MG – Cinco jogadores + Técnico

O Atlético soma cinco jogadores gringos, se contarmos o equatoriano Juan Cazares. Ele foi afastado pelo argentino Jorge Sampaoli e não treina com o restante do elenco.

Os demais são o zagueiro paraguaio Junior Alonso, o meia colombiano Dylan Borrero, o também meia equatoriano Alan Franco e o atacante venezuelano Jefferson Savarino. 


São Paulo – Cinco jogadores

Outro clube com cinco estrangeiros é o São Paulo. A estrela do quinteto é o espanhol Juanfran, ídolo do Atlético de Madrid.

Além dele, o Tricolor tem dois equatorianos o zagueiro Robert Arboleda e o atacante Joao Rojas, tendo os também atacantes Gonzalo Carneiro, uruguaio, e Santiago Tréllez, colombiano, completando a lista.  


Corinthians – Cinco jogadores

Completando o grupo dos cinco jogadores estrangeiros, temos o Corinthians e com diferentes nacionalidades.

Começando pelo zagueiro uruguaio Bruno Méndez, passando pelos meias Rômulo Otero, da Venezuela, Ángelo Araos, do Chile, e Victor Cantillo, da Colômbia, até o atacante argentino Mauro Boselli. 


Goiás – Quatro jogadores

Na sequência, o surpreendente Goiás, com quatro gringos defendendo as cores esmeraldas. Eles são o lateral uruguaio Juan Pintado, o meia chileno Ignacio Jara e os atacantes Kevin Quevedo, do Peru, e Keko Villalva, da Argentina. 


Clube dos três gringos

Cinco times possuem três estrangeiros em seus elencos. Vamos a eles! Começando pelo Fortaleza, que tem o zagueiro colombiano Juan Quintero, o meia argentino Mariano Vázquez e o atacante Franco Fragpane, também da Argentina. 

Na sequência, aparece o Red Bull Bragantino com os zagueiros Cesar Haydar, da Colômbia, e Léo Realpe, do Equador, além do atacante venezuelano Jan Hurtado. 

Outro clube com três jogadores é o Sport: os meias argentinos – Lucas Mugni e Jonathan Gómez, além do atacante uruguaio Leandro Barcía.

Coritiba faz parte do grupo com os meio-campistas Martín Sarrafiore, da Argentina, Ramón Martínez, do Paraguai e o atacante hermano Ezequiel Cerutti. 

Por fim, o Athletico completa o grupo dos três, com o zagueiro Felipe Aguilar, da Colômbia, e os meias Lucho González, da Argentina, e o também colombiano Jaime Alvarado.  


Duplas gringas

Seis tradicionalíssimos clubes brasileiros têm apenas dois estrangeiros em seu elenco. Começando pelo Flamengo que tem o lateral chileno Maurício Isla e o meia uruguaio Arrascaeta, além do treinador espanhol Doménec Torrent.

O Palmeiras é outro que tem gringos na defesa: o zagueiro paraguaio Gustavo Goméz e o lateral uruguaio Matías Viña 

O Santos tem em seus destaques os gringos do elenco: o uruguaio Carlos Sánchez e o venezuelano Yeferson Soteldo.

Assim como o Vasco na dupla argentina formada pelo meia Martín Benítez e o atacante Germán Cano.

Completam o sexteto, o Fluminense com os atacantes Fernando Pacheco, do Peru, e Michel Araújo, do Uruguai, além do Grêmio que tem o zagueiro argentino Walter Kannemann e o lateral colombiano Luis Orejuela. 


Dragão Solitário e clubes zerados

No fim da nossa lista, temos um gringo solitário: o atacante boliviano Henry Vaca, do Atlético-GO, é o único estrangeiro do elenco do Dragão.

O Atlético só não perde para os finalistas da última Copa do Nordeste, porque tanto Bahia quanto o Ceará não possuem nenhum gringo em seus elencos. 


Confira a divisão por posição dos gringos no Brasileirão:

  • GOL – 1
  • ZAG – 10
  • LAT – 7
  • MEI – 23
  • ATA – 21

E também por nacionalidade:

  • Argentina – 18
  • Uruguai – 10
  • Colômbia – 9
  • Equador – 5
  • Paraguai – 4

 

  • Venezuela – 4
  • Peru – 4
  • Chile – 3
  • Bolívia – 1

 

  • EUA – 1
  • Espanha – 1
  • Japão – 1
  • Costa do Marfim – 1

Foto de destaque: Liamara Polli-Pool/Getty Images