Simeone rebate Klopp e explica porque não cumprimentou adversário | OneFootball

Simeone rebate Klopp e explica porque não cumprimentou adversário

Logo: Jogada10

Jogada10

Depois da derrota do Atlético de Madrid por 3 a 2 para o Liverpool, com direito a pênalti anulado pelo VAR nos minutos finais, nesta terça-feira (19), pela terceira rodada do Grupo B da Champions, Jürguen Klopp, técnico do Liverpool, foi cumprimentar o treinador adversário, Diego Simeone, que por sua vez, deixou o alemão no vácuo. Durante as imagens transmitidas pela TV, foi possível ver o treinador do Liverpool dizer “assim não” repetidas vezes a um dos integrantes da comissão técnica dos Reds.

Antes mesmo da partida desta terça-feira (19), o atrito entre os técnicos já acontecia no extra-campo. Klopp admitiu durante uma entrevista coletiva que “não era fã” do estilo de jogo do Atlético de Madrid, e Simeone parece não ter gostado.

Técnico Jürgen Klopp acena para os torcedores do Liverpool depois da vitória por 3 a 2 no estádio Wanda Metropolitano – Javier Soriano / AFP

Entretanto, durante a entrevista coletiva concedida depois da partida desta terça-feira (19), Klopp amenizou a situação e disse que Simeone devia estar “chateado com o jogo, e não comigo”.

“A reação dele não foi boa mas vamos nos cumprimentar da próxima vez que nos virmos, tenho certeza. Eu quis cumprimentá-lo, mas ele estava chateado com o jogo e não comigo, apenas isto”, disse o treinador do Liverpool.

O técnico Diego Simeone ficou furioso com a arbitragem na derrota do Atlético de Madrid por 3 a 2 para o Liverpool – Javier Soriano / AFP

O técnico Diego Simeone, por sua vez, rebateu a fala de Klopp sobre o estilo de jogo do Atlético de Madrid na entrevista coletiva concedida depois da partida no Wanda Metropolitano, e disse que importa a forma com que o time dele jogue, mas que pretende sempre ganhar os jogos.

“Saio orgulhoso do esforço dos meus jogadores. Fico contente quando ganho e jogo de forma feia ou horrível. Quando um ganha e o outro perde, o cumprimento é forçado e é por isso que não o faço. Vou rápido para o vestiário por respeito à situação. Seja quando venço ou perco. Em Liverpool, nos cumprimentamos porque o encontrei no meio do jogo”, explicou o técnico do Atlético de Madrid.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Saiba mais sobre o veículo