Sérgio Conceição critica arbitragem e Guardiola após derrota na Champions League

Logo: Futebol na Veia

Futebol na Veia

Imagem do artigo: Sérgio Conceição critica arbitragem e Guardiola após derrota na Champions League

Na tarde desta quarta-feira (21), o Porto estreou na fase de grupos da Champions League contra o Manchester City, na Inglaterra. Apesar de um primeiro tempo forte na marcação, onde chegaram a sair na frente, os Dragões sofreram a virada no segundo tempo e perderam por 3 x 1. Assim, na coletiva após a partida, o técnico portista Sérgio Conceição não poupou críticas a arbitragem e a Pep Guardiola, treinador dos Citizens.

Leia mais:

  • De virada, Manchester City vence Porto em estreia pela Champions League
  • Prestes a enfrentar o Porto, Guardiola elogia o futebol português
  • Contra Manchester City, Porto busca acabar com a Maldição de Inglaterra

CRÍTICAS À ARBITRAGEM

Dessa forma, sem esconder a raiva, Sérgio Conceição lembrou do pênalti marcado a favor do Manchester City. Assim, na jogada, Pepe acaba atingindo Sterling dentro da área, depois da bola carimbar a trave portista. Logo, após consulta ao VAR, inclusive, com o árbitro de campo indo ao monitor, houve a confirmação da penalidade que rendeu o gol de empate dos Citizens. Além disso, apontou outro pênalti, agora a seu favor, que não foi anotado pela arbitragem.

“Nós somos um país pioneiro no VAR. Por aquilo que vi hoje, devo um pedido de desculpas a todos os árbitros e VAR do nosso país. Pois se há país competente, pelo menos em relação ao que vi aqui. Não tenho dúvidas… O lance do pênalti, o que dá a falta do Fábio Vieira, tendo em conta outras faltas iguais ou piores… Há um pênalti sobre o Pepe, que em qualquer lugar do Mundo seria pênalti. Fomos prejudicados.” – afirmou Sérgio Conceição.

SATISFAÇÃO PELO DESEMPENHO NA ESTREIA

Anteriormente, o técnico do Porto se mostrou orgulhoso do desempenho da equipe, especialmente no primeiro tempo. Assim, para Sérgio Conceição, os jogadores deram uma resposta após o empate no clássico português contra o Sporting pela Primeira Liga.

“Sabíamos que era importante anular alguns pontos fortes do City, para explorar o que fizemos de bem na primeira parte. Se tivéssemos feito um segundo gol, numa situação do Marega, acho que seria justo, até porque o City não criou perigo nessa fase do jogo. Depois, aos 60′, o jogo mudou. Mudou no sentido em que o City se apanhou a ganhar, o que dificultou a nossa tarefa. Tivemos o Díaz com limitação e aí tivemos de mudar dois jogadores, o lateral direito o ala esquerdo. Depois fomos à procura de tentar reduzir a vantagem do City, mas acho que este jogo, ao contrário da frustração que senti no campeonato no passado sábado, hoje senti um grande orgulho pelo que vi da equipe.”

SOBROU PARA PEP GUARDIOLA

Logo, Sérgio Conceição explicou o momento de atrito entre ele e Pep Guardiola, treinador do Manchester City. Assim, o técnico do Porto comentou a discussão acalorada à beira do campo e fez críticas a postura do adversário durante a partida:

“Além da forma como falava com os jogadores da minha equipe e árbitros, agora compreendo ele ter-se referido na entrevista pré-jogo ao peso que o banco do Porto tinha no decorrer do jogo. Ele foi um exemplo fantástico disso. Conseguiu falar do nosso país e não foram palavras bonitas sobre aquilo que é o nosso pais. Quem não sente não é filho de boa gente e tive de lhe responder. A postura do senhor Guardiola no jogo não foi nada agradável e também a do banco adversário. Quem tinha que se queixar mais era o banco e a equipe do Porto.” – disse Conceição.

Por fim, o Porto volta as atenções para o duelo contra o Gil Vicente, pela Primeira Liga, no sábado (24), às 16h30 (horário de Brasília). Assim, após duas vitórias nas duas primeiras rodadas, os Dragões perderam para o Marítimo e empataram com o Sporting. Dessa forma, ocupam a 2ª posição com sete pontos, cinco a menos que o líder Benfica. Em seguida, os Portistas fazem o segundo jogo pela Champions League, diante do Olympiacos, da Grécia, na terça-feira (27), às 17h (horário de Brasília).

Foto Destaque: Reprodução / Reuters