Seleção Brasileira reencontra Panamá pela fase de grupos da Copa Ouro | OneFootball

Seleção Brasileira reencontra Panamá pela fase de grupos da Copa Ouro | OneFootball

Icon: Planeta Futebol Feminino

Planeta Futebol Feminino

·27 de fevereiro de 2024

Seleção Brasileira reencontra Panamá pela fase de grupos da Copa Ouro

Imagem do artigo:Seleção Brasileira reencontra Panamá pela fase de grupos da Copa Ouro

Brasil e Panamá se enfrentam na madrugada desta quarta-feira (28) às 00h15 no estádio Snapdragon, em San Diego/Califórnia. A partida é válida pela 3ª rodada do grupo B da Copa Ouro. O ESPN 4 e o Star+ vão transmitir o confronto.

As duas equipes se enfrentaram na última Copa do Mundo Feminina, na Austrália e na Nova Zelândia, pelo grupo F da competição. A Canarinho venceu por 4 a 0, com gols de Bia Zaneratto e hat-trick de Ary Borges.


Vídeos OneFootball


Leia mais: Copa Ouro: 03 seleções se garantem na próxima fase da competição

Contexto das Equipes

Brasil

Depois de decepcionar na estreia da competição, o Brasil mudou a postura e fez um grande jogo contra a Colômbia, vencendo por 1 a 0, gol de Gabi Nunes. Após duas vitórias, a Seleção Brasileira já está classificada para as quartas de final da Copa Ouro.

No confronto contra a Colômbia, a Canarinho foi escalada com seis novidades em relação ao plantel anterior (Yasmim, Antônia, Tarciane, Duda Sampaio, Gabi Nunes e Gabi Portilho), que fizeram a diferença na estrutura de jogo do Brasil. Com defesa sólida e meio-campo marcador, Duda Santos abriu o placar para a Seleção nos primeiros minutos de jogo depois de lindo passe de Gabi Nunes.

A atacante Bia Zaneratto comentou sobre o confronto com as panamenhas, usando como contexto a partida pelo Mundial do ano passado:

Tínhamos como meta ser muito agressivas na marcação desde o início, desde o tiro de meta delas. Acredito que fomos eficazes nisso, então sabemos que, se conseguirmos repetir isso da mesma forma, podemos garantir um placar com vários gols. Esperamos manter essa postura agressiva, com um jogo coletivo, onde todas estão sempre bem posicionadas e pensando em finalizar melhor. Tivemos muitas chances contra Porto Rico, e sabemos que contra o Panamá também podemos criar muitas oportunidades. Bia Zaneratto, camisa 10 da Seleção Brasileira

Imagem do artigo:Seleção Brasileira reencontra Panamá pela fase de grupos da Copa Ouro

Bia Zaneratto ressaltou a importância da marcação na saída de bola adversária para a construção de jogadas efetivas. Créditos: Leandro Lopes/CBF.

Já o treinador Arthur Elias ressaltou o objetivo de avaliação individual e coletiva durante o torneio e, até então, apenas três jogadoras não foram testadas nos dois confrontos – as goleiras Amanda e Gabi Barbieri e a defensora Thais Ferreira. O comandante deseja que a equipe seja protagonista na disputa, com imposição de jogo e posse de bola, mas reconhece os destaques das adversárias principalmente nas atacantes velozes e na meio-campista e camisa 10 Marta Cox.

O técnico da Canarinho também reforçou a importância de um bom ambiente no grupo, com atletas que sentem prazer e alegria em defender à Seleção, desejando contribuir com a confiança e o apoio em busca de boas performances: que a equipe crie mais e evite que o adversário crie, valorizando a posse de bola para o seu desgaste.

Imagem do artigo:Seleção Brasileira reencontra Panamá pela fase de grupos da Copa Ouro

Arthur Elias acredita que segurança e apoio na Seleção são chave para o sucesso. Créditos: Leandro Lopes/CBF

Panamá

O Panamá já está eliminado da fase de grupos da Copa Ouro, após perder para a Colômbia por 6 a 0 e para Porto Rico por 2 a 1. O único gol marcado pelas panamenhas foi de Natalia Mills.

Possíveis Escalações

Brasil: Luciana; Tarciane, Antônia, Rafaelle; Gabi Portilho, Duda Santos, Duda Sampaio, Yasmim; Adriana, Gabi Nunes e Bia Zaneratto.

Panamá: Yenith Bailey; Hilary Jean, Wendy Natis, Carina Baltrip-Reyes, Rebeca Espinosa; Kenia Ranfel, Aldrith Quintero, Katherine Parris, Marta Cox; Natalia Mills e Riley Tanner.

Arbitragem

Árbitra: Myriam Marcotte (Canadá)

Assistentes: Marie-Han Gagnon Chretien e Melissa Snedden (Canadá)

4ª Árbitra: Sandra Benitez (El Salvador)

VAR: Daneon Parchment (Jamaica)

Assistente de VAR: Ricardo Montero (Costa Rica)

Transmissão

Saiba mais sobre o veículo