Scamacca e Berardi derrubam Milan, que preocupa pela segunda derrota seguida | OneFootball

Scamacca e Berardi derrubam Milan, que preocupa pela segunda derrota seguida

Logo: Trivela

Trivela

O Milan perdeu a sua segunda partida consecutiva na Serie A neste domingo. O Sassuolo foi até San Siro e venceu por 3 a 1, com direito a grandes atuações de Gianluca Scamacca e Domenico Berardi, os dois decisivos nos gols dos neroverdi.

A derrota na última rodada diante da Fiorentina ficou para trás quando, no meio da semana, o time conseguiu uma vitória épica diante do Atlético de Madrid, fora de casa, pela Champions League. O jogo contra o Sassuolo em casa era sabidamente difícil, mas a vitória era esperada para um time que vem tão bem.

O técnico Stefano Pioli não teve Olivier Giroud, Fikayo Tomori, Davide Calabria, Samu Castillejo e Ante Rebic, todos machucados. O goleiro Mike Maignan voltou ao gol, que foi uma das melhores notícias para os rossoneri.

O Milan saiu em vantagem aos 21 minutos quando Alessio Romagnoli completou cruzamento de Theo Hernández para marcar 1 a 0. Só que a vantagem durou pouco: aos 24, Gianluca Scamacca, em um chutaço de fora da área, marcou um lindo gol para empatar o jogo.

A virada veio ainda no primeiro tempo. Em escanteio, a bola sobrou para Scamacca, que finalizou com força, a bola bateu em Simon Kjaer e entrou: virada do Sassuolo e 2 a 1 no placar. O Sassuolo tentou aproveitar o momento e quase fez o terceiro com Scamacca e Raspadori, que tiveram boas chances.

Foi no segundo tempo que o jogo foi definido. Eram 20 minutos quando uma saída de bola errado do Milan deu a chance de Matheus Henrique acionar Domenico Berard, dentro da área, e o atacante emular Lionel Messi contra Jérôme Boateng, dar um drible desconcertante em Romagnoli e finalizar para marcar 3 a 1.

O jogo poderia ficar ainda pior para o Milan, porque era o Sassuolo que levava mais perigo. Ainda assim, o Milan continuou tentando, mas acabou ficando em situação muito difícil quando Alessio Romagnoli foi expulso por interromper uma chance clara de gol com falta. Com um a menos, os rossoneri não tiveram forças para reduzir o placar.

“Nos faltou precisão, porque cometemos muitos erros. Tivemos muitas meias chances que não aproveitamos por causa de escolhas erradas. Saímos na frente, mas não seguramos mais que três minutos e aqueles eram os momentos cruciais da partida. Claramente, algo não funcionou”, afirmou Stefano Pioli, depois do jogo.

O Milan tem 32 pontos, em segundo lugar, um ponto à frente da Inter. O Sassuolo é o 12º na tabela com 18.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo