Saúde financeira permite ao Flamengo fazer jogo duro em vendas de Léo Pereira e Michael | OneFootball

Saúde financeira permite ao Flamengo fazer jogo duro em vendas de Léo Pereira e Michael

Logo: Coluna do Fla

Coluna do Fla

A venda imediata renderia mais de R$ 73 milhões, mas o clube carioca tenta um lucro ainda maior

O Flamengo adotou cautela no mercado de transferências e, por enquanto, não executou nenhuma contratação. No entanto, o bom momento financeiro do clube faz com que mantenha a calma também na venda de seus atletas. As negociações para saída de Léo Pereira e Michael são exemplos disso.

O Rubro-Negro recebeu proposta para a venda do atacante para o Al-Hilal (Arábia Saudita) e do zagueiro para o Cruz Azul (México). As tratativas, ao todo, poderiam render R$ 73,7 milhões aos cofres. O Flamengo, por sua vez, endureceu as negociações e não facilitou a saída dos atletas.

A negociação por Michael, no entanto, está bem encaminhada. Após a recusa pela proposta de R$ 44,1 milhões, o Rubro-Negro se agradou com 46,4 milhões de reais oferecidos. Agora, o Flamengo aguarda a definição da porcentagem que pertence ao Goiás. Isso porque, o clube quer aumentar a margem de lucro na transação já que pagou R$ 38,4 milhões pelo jogador. A tendência é de que haja o acerto nos próximos dias.

O caso de Léo Pereira é um pouco diferente, visto que os valores do Cruz Azul sequer alcançam o que o Flamengo pagou pelo jogador. A proposta de cerca de R$ 27,3 milhões foi recusada de imediata pelo Mais Querido, que adota a mesma postura do caso Michael: aumentar o lucro na transação.

Internamente, o Flamengo não vê nenhum atleta como inegociável, mas o bom momento financeiro permite que as conversas sejam favoráveis ao clube carioca. Em meio a isso, cabe destacar que o Rubro-Negro já conseguiu aliviar a folha em quase R$ 30 milhões com a saída de dez atletas.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo