Sarre, a região entre a Alemanha e França que se tornou seleção e até disputou Eliminatórias para Copa | OneFootball

Icon: Mercado do Futebol

Mercado do Futebol

·10 de junho de 2020

Sarre, a região entre a Alemanha e França que se tornou seleção e até disputou Eliminatórias para Copa

Imagem do artigo:Sarre, a região entre a Alemanha e França que se tornou seleção e até disputou Eliminatórias para Copa

Na década de 1950, um fato marcou a breve história esportiva independente deste protetorado, as Eliminatórias para a Copa de Mundo de 1954

A região do Sarre, cortada pelo rio com o mesmo nome se divide entre o território alemão e francês e essa divisão se tornou um ponto chave para a disputa entre ambos os país pelo local que é uma reserva com potencial de minérios. Durante o passar dos anos, em 1935, no referendo a população decidiu se juntar ao Terceiro Reich, mas com a derrota alemã na segunda guerra, a França se apossou da localidade e absorveu para si, antes que tornasse um país.


Vídeos OneFootball


Em 25 de julho de 1948, a Fußballbundes Saarländischer foi criada com o objetivo de resguardar o futebol da região e pouco tempo depois trouxe o técnico Helmut Schön (campeão da Eurocopa 1972, além da Copa do Mundo de 1974 pela seleção alemã). Nesse período até 1957, disputaram as Eliminatórias Europeias, vencendo a Noruega em Oslo pelo placar de 3 a 2, mas parando para Alemanha Oriental que venceu seus dois duelos e se classificou para o Mundial. Outro resultado histórico foi o empate contra a Suíça por 1 a 1 em amistoso.

Outro nome conhecido é o de Hermann Neuberger, na época presidente da federação sarlandense, mas que se tornou anos após um dos criadores e líderes da Bundesliga. O time base era quase todo do FC Saarbrücken: Erwin Strempel; Nikolaus Biewer, Albert Keck, Kurt Clemens (SV Saar 05), Peter Momber; Phillippi Waldemar, Werner Otto, Herbert Martin, Herbert Binkert; Gerhard Siedl e Karl Schirra. Vale ressaltar que a federação de Sarre somente teve o apoio da FIFA, após a rejeição dos franceses.

Mas depois disso tudo, a equipe de Sarre voltou a fazer da Alemanha Oriental. Do “país fantasma” ainda sobraram o 1. Fußball-Club Saarbrücken, atual campeão da quarta divisão nacional e semifinalista da Copa da Alemanha (sendo eliminado pelo Bayer Leverkusen por 3 a 0) e SV Saar 05 Saarbrücken, que disputa uma liga regional no país. Quem sabe no futuro, Sarre novamente apareça no primeiro escalão alemão, pois sua última vez foi no ano de 1993 e até vencer novamente o poderoso Milan como em 1955.

Se hoje, a região fosse uma seleção poderia jogar com Kevin Trapp (Eintracht Frankfurt), Lukas Kohler (SV 07 Elversberg), Florian Ballas (Dynamo Dresden), Steven Zellner (1. Fußball-Club Saarbrücken), Tim Stegerer (FC 08 Homburg); Manuel Zeitz (1. Fußball-Club Saarbrücken), Mike Frantz (SC Freiburg), Hendrick Zuck (Kaiserslautern); Joshua Mees (1. FC Union Berlin), Patrick Herrmann (Borussia Mönchengladbach) e Johannes Wurtz (Darmstadt 98). O treinador é Stefan Kuntz (seleção alemã sub-21).

Foto de capa: DPA/Oliver Dietze.

Saiba mais sobre o veículo