Santos na Sul-Americana é marcado por emoções e gols nos minutos finais | OneFootball

Santos na Sul-Americana é marcado por emoções e gols nos minutos finais

Logo: Diário do Peixe

Diário do Peixe

Santos vem sofrendo para conseguir os resultados na Sul-Americana (Crédito: Ivan Storti/Santos FC)

O Santos saiu com o empate em 1 a 1 contra o Deportivo Táchira, na Venezuela, pelo jogo de ida da Copa Sul-Americana. O Peixe mais uma vez “suou sangue” para conseguir ao menos um empate e confirmou números desde a primeira fase: precisa dos minutos final para buscar o resultado.

Dos sete jogos que realizou na competição até aqui, marcou gols nos minutos finais de quatro jogos. Em um deles, contou com a sorte em outro jogo, também no final, o que fez garantir a vaga no mata-mata da competição. Veja abaixo os dados.

Santos 3×2 Universidad Católica – 2ª rodada fase de grupos

Após a derrota na estreia contra o Banfield, o Peixe viveu um jogo de fortes emoções com duas viradas contra a Universidad Católica. O jogo terminou 3 a 2 e os gols do Peixe foram marcados por Jhojan Julio, Léo Baptistão e Bryan Angulo, no finalzinho.

Com o 2 a 2 no placar, o gol da virada saiu aos 39 minutos. Lucas Pires deu bom passe para Lucas Barbosa, que cruzou para a área, o atacante Angulo se antecipou aos zagueiros e cabeceou para vencer o goleiro Cuero e fazer seu primeiro gol com a camisa do Santos.

Universidad Católica 0x1 Santos – 4ª rodada fase de grupos

Com time reserva, o Santos, na oportunidade, contou com a estrela do atacante Rwan Seco para vencer a Universidad Católica por 1 a 0. O resultado foi importante para deixar a equipe de Bustos viva na competição. Um tropeço faria o La Calera, no outro jogo, disparar em pontos.

O Peixe praticamente se defendeu durante o duelo inteiro. Quando tudo indicava um empate, brilhou a estrela do atacante Rwan Seco. Aos 46 minutos, ele tabelou com Lucas Pires e chutou da entrada da área para vencer o goleiro Cuero.

Santos 1×0 Unión La Calera – 5ª rodada fase de grupos

Esse talvez tenha sido o jogo de maior emoção do Peixe na Copa Sul-Americana. A equipe do técnico Fabián Bustos precisava de uma vitória simples contra o time chileno para assumir a primeira colocação do grupo e depender apenas de si para avançar de fase. Mas foi no sufoco.

Antes da bola na rede, uma confusão generalizada tomou conta da Vila, o que fez Léo Baptistão e Ramírez serem expulsos. O jogo voltou aos 55 minutos e, aos 56′, Sandry deu lindo passe para Lucas Barbosa, que dominou no peito e soltou a bomba para explodir a Vila Belmiro.

Santos 1×1 Banfield – 6ª rodada fase de grupos

Nesse, o Santos não marcou no final. Mas contou com a sorte. Na Vila Belmiro lotada, o Peixe apenas empatou em 1 a 1 com o Banfield, que jogou desde os 15 minutos do segundo tempo com dois jogadores a menos, mas garantiu a vaga graças a um gol da Universidad Católica nos acréscimos na derrota por 3 a 2 diante do Unión La Calera, no Chile.

Santos e La Calera terminaram empatados em pontos e saldo de gols, mas o Peixe levou vantagem no número de gols marcados.

O jogo que abriu as oitavas da Sul-Americana para o Peixe não foi diferente. A equipe perdia até os 40 minutos, quando Rwan Seco fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Carlos Sánchez. O uruguaio deu bom passe para Angulo, que dominou e chutou forte para vencer o goleiro Varela.

Com o resultado, o Santos precisa de uma vitória simples na partida de volta, quarta-feira, na Vila Belmiro, para garantir classificação para as quartas de final da competição.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo