Sancho é finalmente oficializado e usará a camisa 25 do Manchester United: “Sonho realizado”

Logo: Trivela

Trivela

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fi1.wp.com%2Ftrivela.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F07%2Fole-sancho-02.jpg%3Ffit%3D1600%252C900%26ssl%3D1&q=25&w=1080

Mais de 20 dias depois de anunciar que havia fechado um acordo com o Borussia Dortmund pela contratação de Jadon Sancho, o Manchester United, enfim, oficializou o negócio nesta sexta-feira e anunciou também a camisa que o garoto da seleção inglesa usará nos próximos anos.

Sancho será o número 25 do Manchester United, após ser o 7 no Borussia Dortmund e o 17 na seleção inglesa que chegou à final da Eurocopa. Será o décimo jogador a colocá-lo nas costas desde que a Premier League introduziu a numeração nas camisas em 1993/94, após nomes como Odion Ighalo (o mais recente), Antonio Valencia, Quinton Fortune e Jordi Cruyff.

Ou seja, terá uma chance boa de associar a camisa 25 dos Red Devils à sua história em Old Trafford, como fizeram Ole Gunnar Solskjaer com a 20 e Paul Scholes com a 18, segundo o próprio site oficial do Manchester United.

Sancho realizou exames médicos depois do fim da Eurocopa e ainda faltavam alguns detalhes para o acordo ser finalizado. O jogador de 21 anos assinou contrato até junho de 2026, com opção por mais uma temporada, e retorna a Manchester, por onde havia passado, na base do City, antes de se transferir à Alemanha em busca de mais tempo de jogo.

Pelo Borussia Dortmund, rapidamente se transformou em um dos principais jogadores do time, completando sua passagem com 50 gols e 64 assistências em quatro temporadas, e chega ao seu novo clube para acrescentar qualidade aos lados do campo, posição que vinha sendo ocupada primariamente por finalizadores como Marcus Rashford e Mason Greenwood.

Independente da formação, deve ser um ataque de muita velocidade, ao melhor estilo que Solskjaer introduziu à equipe desde que substituiu José Mourinho, com Edinson Cavani como ponto focal – ou Anthony Martial, Greenwood ou Rashford em uma formação ainda mais leve.

“Serei sempre grato ao Dortmund por me dar a oportunidade de jogar futebol em um time principal, embora eu sempre soube que retornaria à Inglaterra um dia”, afirmou o garoto ao site oficial do United. “A chance de defender o Manchester United é um sonho realizado e mal posso esperar para atuar na Premier League”.

“Este é um time jovem e empolgante e eu sei que, juntos, podemos nos desenvolver em algo especial e trazer o sucesso que os torcedores merecem. Estou ansioso para trabalhar com o técnico e sua comissão para desenvolver ainda mais o meu jogo”, completou Sancho.

Sancho custou cerca de £ 73 milhões, segundo a imprensa inglesa, e agora o Manchester United tem quatro das cinco contratações mais caras da história da Premier League (Paul Pogba, Harry Maguire, Romelu Lukaku e Virgil Van Dijk, do Liverpool), o que aumenta a pressão sobre Ole Gunnar Solskjaer para ir além de um distante segundo lugar e realmente brigar pelo título que o maior campeão da Inglaterra não conquista desde a aposentadoria de Alex Ferguson, em 2012/13.

No entanto, há incertezas em relação ao futuro de Paul Pogba em Old Trafford, com o francês entrando no último ano do seu contrato e pouca indicação no noticiário de que está disposto a renová-lo. Caso realmente não haja acordo, o United provavelmente optará por vendê-lo agora a perdê-lo de graça ao fim da temporada. O Paris Saint-Germain aparece como o principal interessado, mas ele também já foi muito associado ao Real Madrid – que não anda bem de grana.

Mas o United ainda não perdeu nenhum jogador relevante e também está na briga pelos serviços do zagueiro Raphaël Varane, do Real Madrid, que preencheria uma das principais lacunas do seu time titular – o parceiro de Maguire – e do lateral direito Kieran Trippier, do Atlético de Madrid, um importante reforço à rotação das laterais porque pode atuar nas duas.

“Jadon é a epítome do tipo de jogador que quero trazer ao clube. Ele é um atacante com as melhores tradições do Manchester United. Será uma parte importante do meu time pelos próximos anos e estamos ansioso para vê-lo florescer. Seu histórico de gols e assistências fala sozinho e ele também trará muita velocidade, classe e criatividade à equipe”, disse Solskjaer.

“Old Trafford lhe dará a plataforma que precisa para liberar seu talento ainda inexplorado e atuar no nível mais alto. Para um jogador da sua idade, Jadon já conquistou bastante coisa e mostrou a coragem de sair e se provar em outro país. Estamos ansioso para receber Jadon no time durante a preparação para a próxima campanha”, completou.

Campeão mundial sub-17 em 2017, Sancho conquistou uma Copa da Alemanha e uma Supercopa da Alemanha com a camisa do Borussia Dortmund. Teve poucas oportunidades na última Eurocopa, com apenas um jogo como titular, contra a Ucrânia, nas quartas de final, e alguns minutos diante da Tchéquia na fase de grupos. Entrou para bater pênaltis no fim da prorrogação na decisão contra a Itália e, ao lado de seu novo colega Rashford e Bukayo Saka, do Arsenal, desperdiçou uma das batidas que decretou o título italiano.

Saiba mais sobre o veículo