Robson Bambu detalha negociação com o Corinthians e pondera 'passo atrás' por voltar ao Brasil | OneFootball

Robson Bambu detalha negociação com o Corinthians e pondera 'passo atrás' por voltar ao Brasil

Logo: Meu Timão

Meu Timão

O zagueiro Robson Bambu foi apresentado pelo Corinthians nesta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, e contou alguns detalhes da negociação com o clube do Parque São Jorge. Resolvida rapidamente, segundo ele próprio, a tratativa foi analisada do ponto de vista pessoal e profissional pelo jogador.

"Foi uma coisa muito dinâmica o interesse do clube, dessa instituição que respeito muito e estou muito feliz de estar aqui. Às vezes a gente passa por momentos difíceis na carreira, é normal, eu vinha sem jogar e o Corinthians está me dando essa oportunidade", começou, antes de continuar.

"Então procuro encarar da melhor maneira possível e vou procurar retribuir. Foi muito rápido e sexta-feira eu já estava aqui, mas estou muito feliz", comentou o atleta, que espera para ser inscrito no Paulista e, enfim, estrear.

Em meio à análise sobre o retorno, Bambu ponderou sobre o sonho de jogar na Europa, realizado com a ida ao Nice em 2020, e a decisão de retornar ao futebol brasileiro após pouco mais de uma temporada na França.

"Em relação a voltar pro Brasil, a gente tem um sonho, sempre tive um sonho de ter a oportunidade de jogar no futebol europeu, é um sonho de tantos outros jovens. Sempre que a gente dá esse passo atrás passa muitas coisas na cabeça, mas estou bem em relação a isso. Feliz de estar perto da minha família, fui abraçado aqui então acho que é encarar essa aventura da melhor maneira possível", continuou.

Aos 24 anos, ele admite que a vinda ao Brasil se dá basicamente para ter mais tempo de jogo, algo que não acontecia no Nice devido a uma lesão no tornozelo. Para ele, o ideal seria conseguir manter uma regularidade no Timão.

"Eu acho que todo jogador quer sempre estar jogando e comigo não é diferente. Tive oportunidades, comecei minha carreira no Santos e depois tive continuidade no Paranaense e depois pro Nice. Mas o mais importante é pensar daqui pra frente, estou muito feliz, acho que sou um cara muito abençoado pela minha trajetória até aqui. Claro que a gente quer sempre manter uma regularidade, mas tem coisas que fogem do controle. Estou muito preparado, procuro sempre ajudar meus companheiros e, como disse, o mais importante é ajudar o Corinthians", encerrou.

Notícias relacionadas

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo