Renê Júnior aciona Corinthians na Justiça do Trabalho e cobra indenização milionária

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fwww.gazetaesportiva.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fimagem%2F2020%2F01%2F05%2Frene-jr.jpg&q=25&w=1080

A relação entre Renê Júnior e Corinthians chegou ao fim ainda no ano passado, mas parece ter ganho um novo capítulo agora em 2020. O volante teria acionado o ex-clube na Justiça do Trabalho e cobra mais de R$ 8 milhões. A notícia é de Gabriela Moreira, do GloboEsporte.

Renê Júnior teria acionado o Corinthians e cobrado um valor total de R$ 8,4 milhões – valor referente a parte do salário não pago, 13º, FGTS e indenização por assédio moral por ter sido colocado para treinar à parte do elenco alvinegro.

O atleta se destacou pelo Bahia, no Brasileirão de 2017, e retornou a Ponte Preta. Na Macaca, Renê foi protagonista do Paulistão 2018 e então foi contratado pelo Corinthians por R$ 5 milhões em luvas.

O volante somou nove jogos pelo Timão, com apenas um gol anotado e três lesões no joelho. O vínculo de Renê Júnior e Corinthians chegou ao fim em 2020.