Renda líquida contra Athletic aponta vantagens do acordo entre Cruzeiro e Independência | OneFootball

Icon: Deus me Dibre

Deus me Dibre

·30 de janeiro de 2023

Renda líquida contra Athletic aponta vantagens do acordo entre Cruzeiro e Independência

Imagem do artigo:Renda líquida contra Athletic aponta vantagens do acordo entre Cruzeiro e Independência

FOTO: GUSTAVO ALEIXO / FLICKR / CRUZEIRO E.C.

Depois de comunicar o rompimento de contrato com o Mineirão para o restante da temporada de 2023, o Cruzeiro chegou a um acordo com o América para realizar os seus jogos como mandante na Arena Independência, em Belo Horizonte. A decisão foi tomada após uma série de negociações frustradas com a Minas Arena, consórcio que administra o Mineirão, em busca de valores melhores para seguir mandando seus jogos no estádio.

Com o acordo para jogar no Independência, o Cruzeiro agora terá mais oportunidades para explorar comercialmente o estádio, podendo lucrar com bares e a venda de camarotes, se comprometendo a repassar uma parte do valor da arrecadação ao Coelho.

Segundo o boletim financeiro da partida entre Cruzeiro e Athletic, a primeira da Raposa como mandante no Independência na temporada, a arrecadação total ficou em R$639.615,00 e gerou uma renda líquida de R$383.533,80, números que, se comparados a outros momentos similares do campeonato e também em confrontos realizados no próprio estádio, apontam uma melhora para o caixa do clube após o acordo fechado com o América. A arrecadação foi computada em cima de 19.657 torcedores que pagaram o ingresso, mais 1900 sócios cativos.

No ano de 2022, a Raposa realizou seis jogos no Independência, vencendo cinco e empatando um. Foram três pelo Campeonato Mineiro, dois pela Série B e mais um na Copa do Brasil. De todos esse confrontos, o que representou a maior renda líquida para a Raposa foi diante do Grêmio, pela 6ª rodada da Série B, que contou com 21.831 torcedores pagantes e uma renda líquida de R$324.079,84, o jogo terminou com vitória do Cruzeiro por 1 a 0.

O outro duelo da Raposa na segunda divisão atuando no estádio do Horto, foi a vitória por 4 a 0 contra o Náutico, pela 26ª rodada da Série B. Na ocasião, o clube teve 21.228 torcedores pagantes e uma renda líquida de R$277.972,09.

Renda contra Athletic é maior que 10 primeiros jogos como mandante em 2022

O acordo já apresenta sinais de melhorias em relação ao início da temporada passada. Nas 10 primeiras partidas em que o clube esteve na condição de mandante – ainda sem fechar acordos com o Independência ou com o Mineirão para mandar seus jogos – o Cruzeiro teve um lucro líquido de R$1.168.919,60, valor que representa pouco mais da metade do que foi arrecadado na partida contra o Athletic, no último sábado (28).

Vale ressaltar que o Cruzeiro apresentou prejuízo em duas partidas, no duelo de estreia contra o Uberlândia, disputada no Independência e na vitória contra o Democrata, desta vez atuando no Mineirão.

Os 10 primeiros jogos do Cruzeiro como mandante em 2022*:

Cruzeiro 3 x 0 URT – Independência – 6.597 pagantes – prejuízo de (R$4.997,60)Cruzeiro 0 x 2 América – Mineirão – 18.835 pagantes – renda líquida de R$9.691,56Cruzeiro 1 x 0 Democrata – Mineirão – 12.311 pagantes – prejuízo de (R$29.886,31)Cruzeiro 2 x 1 Uberlândia – Independência – 9.039 pagantes – renda líquida de R$49.107,41Cruzeiro 2 x 2 Villa Nova – Independência – 19.616 pagantes – renda líquida de R$239.122,80Cruzeiro 5 x 1 Pouso Alegre – Mineirão – 23.347 pagantes – renda líquida de R$198.902,82Cruzeiro 2 x 0 Athletic – Mineirão – 22.340 pagantes – renda líquida de R$187.196,77Cruzeiro 1 x 0 Remo – Independência – 22.158 pagantes – renda líquida de R$301.857,28 (Copa do Brasil)Cruzeiro 1 x 0 Brusque – Mineirão – 19.115 pagantes – renda líquida de R$217.079,67 (Série B)Cruzeiro 1 x 0 Londrina – Mineirão – 14.074 pagantes – renda líquida de R$845,20 (Série B)

* Informações de acordo com os boletins financeiros publicados

Saiba mais sobre o veículo