Renato chora no vestiário após derrota e deve deixar o Flamengo | OneFootball

Renato chora no vestiário após derrota e deve deixar o Flamengo

Logo: OneFootball

OneFootball

OneFootball

Renato Portaluppi tem chances “remotas” de seguir no comando do Flamengo após a derrota na final da Libertadores para o Palmeiras.

A informação é do GloboEsporte.com.

O site revela que a diretoria do clube carioca ainda avalia se a saída de Renato acontecerá imediatamente ou no fim do Brasileirão. O técnico gaúcho tem contrato com o Fla até o fim do ano.

Há a possibilidade de Renato nem ao menos comandar a equipe no duelo contra o Ceará na terça-feira pela Série A.

O GE conta que no vestiário do Centenário depois da final, Renato pediu a palavra na oração.

O treinador chorou, “deu moral” a Andreas Pereira e adotou um discurso em tom de despedida.

Peço desculpas por qualquer coisa, aos que não dei oportunidade. Mas foi um prazer trabalhar com vocês.

Na coletiva pós-jogo, o treinador foi perguntado sobre uma possível saída do Fla e deixou o futuro em aberto.

“Meu contrato termina no próximo dia 30, essa pergunta deve ser feita à diretoria”, disse.

Do lado da direção, Marcos Braz, vice de futebol do Fla, também falou depois do jogo e não bancou a permanência de Renato.

“Não tem decisão. Na segunda, a gente começa a decidir alguns pontos que a gente entenda que possa fazer de correção para que se acabe a temporada. O que posso dizer é que o Renato tem contrato com o Flamengo até 31 de dezembro”, comentou o dirigente.

Renato chegou ao Flamengo em julho deste ano para substituir o demitido Rogério Ceni.

O início do técnico gaúcho no Rubro-Negro foi empolgante. A equipe voltou a jogar bem e emendou uma boa sequência de vitórias, até com direto a goleadas.

Porém, a desclassificação na semifinal da Copa do Brasil para o Athletico-PR foi o primeiro sinal de alerta ao treinador.

A irregularidade posterior no Brasileirão era questionada pela imprensa carioca e pela torcida – até por Renato por vezes optar por poupar alguns jogadores.

O iminente título nacional do Galo somado à derrota do Fla na final da Libertadores neste sábado devem selar o destino de Renato Portaluppi na Gávea.


Foto de destaque: Buda Mendes/Getty Images

Mencionados neste artigo