Recurso do Barcelona contra sanção a Messi é negado

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fwww.gazetaesportiva.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fimagem%2F2021%2F01%2F22%2F000_8YY6EV-scaled.jpg&q=25&w=1080

O comitê de apelação da Federação Espanhola (RFEF) negou o recurso apresentado pelo Barcelona contra a sanção de dois jogos imposta a Lionel Messi por sua expulsão na final da Supercopa da Espanha.

“Rejeitaram o recurso”, disseram fontes da RFEF à AFP nesta sexta-feira, de modo que o capitão do Barça não poderá jogar no domingo na partida de LaLiga contra o Elche.

Messi foi expulso no último minuto da prorrogação da final da Supercopa da Espanha, que o Barcelona perdeu por 3 a 2 para o Athletic Bilbao, quando recebeu um cartão vermelho direto por dar um tapa em Asier Villalibre.

O árbitro que expulsou Messi depois de consultar o VAR justificou a expulsão do astro por “acertar um adversário com o braço com força excessiva enquanto a bola estava em jogo, mas não à distância de ser disputada”.

Messi foi sancionado com base no artigo 123 do código disciplinar da RFEF, que prevê punições de uma a três partidas para aqueles que se comportem “de maneira violenta por ocasião do jogo ou como consequência direta de algum lance do mesmo, desde que a ação origine risco, mas não sejam produzidas consequências danosas ou lesivas”.

O Barcelona recorreu da decisão, mas o recurso foi rejeitado e a punição para Messi foi mantida.

O argentino já completou esta quinta-feira sua primeira partida de suspensão no duelo das oitavas de final da Copa do Rei em que o Barcelona venceu por 2 a 0 na prorrogação o modesto Cornellà, da 2ª B (terceira divisão espanhola), e vai completar sua punição com a partida pelo campeonato espanhol contra o Elche no domingo.