Real Madrid vence a Inter de Milão e dá passo importante na Champions League

Logo: MaisQueUmJogo - MQJ

MaisQueUmJogo - MQJ

Imagem do artigo: Real Madrid vence a Inter de Milão e dá passo importante na Champions League

Pressionado, o Real Madrid mostrou o peso da camisa e toda a tradição que tem na Champions League. O clube merengue venceu a Inter de Milão, nesta quarta-feira, por 2 a 0, na Itália, e deu um passo importante para garantir a classificação para as oitavas de final do torneio. O clube italiano ficou na bronca com a arbitragem, que expulsou Vidal ainda no primeiro tempo, por reclamação após pedido de pênalti.

Com a vitória, o Real Madrid pulou para sete pontos e está na segunda colocação, um ponto atrás do líder Borussia Mönchengladbach. Após tropeçar nas duas primeiras rodadas, o Real engata duas vitórias e pavimenta o caminho para o mata-mata.

Já a Inter de Milão ficou em situação complicada. O clube italiano ainda não venceu na Champions League e está na lanterna, com apenas dois pontos. A Inter vai precisar emplacar duas vitórias e ainda secar os rivais.

Na próxima rodada, o Real Madrid vai enfrentar o Shakhtar, fora de casa, na terça-feira. O clube ucraniano venceu o Real na Espanha. Já a Inter de Milão vai encarar o Borussia Mönchengladbach, também na terça-feira, na Alemanha.

Real Madrid mostra tradição na Champions League

O clube espanhol abriu o placar logo no começo do jogo. Nacho Fernández foi derrubado na área. Pênalti. Hazard cobrou e fez 1 a 0, aos cinco minutos. O Real Madrid quase ampliou aos 12, mas o chute de Lucas Vázquez explodiu na trave.

A Inter de Milão não conseguia criar e ficou em situação ainda pior no jogo. Vidal pediu pênalti em lance com Varane, mas a arbitragem não marcou. O volante chileno reclamou e foi punido com cartão amarelo. Vidal não se contentou e continuou a reclamar, levando o vermelho.

Com um jogador a mais, o Real Madrid ampliou no segundo tempo, com um gol brasileiro. Lucas Vázquez cruzou para Rodrygo marcar. O atacante acabara de entrar na vaga de Mariano Díaz.