Real Madrid receberá € 360 milhões pelo novo Santiago Bernabéu | OneFootball

Real Madrid receberá € 360 milhões pelo novo Santiago Bernabéu

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

O Real Madrid anunciou nesta quinta-feira (19) um milionário acordo com a Sixth Street, um fundo de investimentos e a Legends, uma gestora de estádios, pela administração do seu novo Santiago Bernabéu, que deverá ser inaugurado no primeiro trimestre de 2023, segundo previsão do próprio clube madrilenho.

O acordo foi aprovado pelo conselho deliberativo do clube na quarta-feira, e publicado hoje, e espera faturar por 20 anos cerca de € 360 milhões anuais, começando a contar a partir de agora, quando receberá um aporte do fundo de investimentos, o valor ainda não foi revelado.

Segundo fontes internas e confirmadas pelo Esporte News Mundo, o acordo terá duração de 20 anos, podendo ser renovável, mas no caso da Legends, especula-se um contrato inicial de 25 anos e é válido que a gestora de estádios poderá permanecer na administração do complexo esportivo mesmo sem a continuidade da Sixth Street.

O fundo de investimentos “adquiri o direito de exploração de determinados novos negócios do estádio Santiago Bernabéu” enquanto a Legends “contribuirá com a experiência e conhecimento na operação de grandes estádios e espaços e lazer, garantindo a otimização da gestão do Santiago Bernabéu”, diz a nota.

O comunicado oficial ainda informa que o objetivo da gestão de Florentino Pérez é continuar “aumentando significativamente as receitas do estádio, tanto de eventos esportivos quanto eventos de todo o tipo”.

O ‘Coliseu de Madri

Obras do túnel logístico cavado sob o Bernabéu / Real Madrid divulgação

A intenção dos acionistas do Real Madrid é transformar o novo Santiago Bernabéu em um novo ‘coliseu’ inspirado no anfiteatro Flávio de Roma, que se transformou no maior símbolo do Império Romano.

O novo Bernabéu conta dois grandes pontos fortes em seu projeto arquitetônico: um moderno teto retrátil, que permitirá a utilização da arena para eventos fechados como concertos, congressos, festivais e até mesmo torneios de tênis, esporte muito popular na Espanha. Além de uma grama sintética, que evitará a degradação do tapete madrilenho causado por tais eventos.

Foi construído um enorme túnel logístico embaixo do Bernabéu para ajudar na montagem e transporte dos equipamentos, evitando que grandes estruturas sejam retiradas a vista dos espectadores.

De acordo com a imprensa espanhola, espera-se que o novo Bernabéu se torne “um dos principais centros de entretenimento da cidade”, inclusive com a presença do chef Martín Berasategui, que abrirá uma filial de seu conceitual restaurante na arena.

Segundo informações do ‘Voz Pópuli’ o custo anual do novo ‘coliseu’ de Madri gira em torno de 800 milhões de euros anuais, algo que segundo estimativas do financeiro do clube, será amortizado com a utilização do estádio que, inicialmente, é esperado que fique aberto por pelo menos 300 dias anuais.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo