Real Madrid cede 20% do novo Santiago Bernabéu para empresa americana | OneFootball

Real Madrid cede 20% do novo Santiago Bernabéu para empresa americana

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

O Real Madrid anunciou um acordo válido por 25 anos com a americana Legends, especializada na comercialização de arenas esportivas. A empresa deve ficar com 20% dos lucros do novo Santiago Bernabéu neste período, segundo informações do site espanhol ‘Vozpópuli’.

As conversas já ocorriam há algum tempo e nos bastidores o acerto já era dado como certo desde dezembro, segundo a publicação.

A empresa que é especializada na comercialização de recintos desportivos, vai contribuir com cerca de 400 milhões de euros por ano para o Real Madrid com o intuito de promover diferentes eventos no novo Santiago Bernabéu.

Em um primeiro momento, a “Legends” injetaria cerca de 150 milhões de euros (R$ 900 milhões), expansíveis até 400-440 milhões (R$ 2,4-2,6 bilhões), desde que o Real Madrid atinja metas de equipe e construção ao redor do estádio. As demandas da empresa americana teriam elevado o orçamento para as ações em cerca de 70 milhões de euros, apontam fontes do mercado. O objetivo é criar eventos e outras atividades quase todos os dias.

A empresa americana pertence ao fundo “Sixth Street” , que também detém 20% do San Antonio Spurs da NBA – inclusive, há a previsão de um jogo da equipe texana ser sediado no estádio do Real Madrid em futuro próximo. A própria “Legends” foi criada por uma aliança comercial entre o New York Yankees, do beisebol, e o Dallas Cowboys, da NFL, outra competição esportiva que poderia pintar na Espanha.

A remodelação do Santiago Bernabéu vai custar entre 800 e 900 milhões de euros, valor que o Real Madrid pretende investir com a operação do estádio, que abrirá praticamente todos os dias do ano, com eventos e atividades de vários tipos (concertos, lojas, restaurantes, etc.)

A estreia do estádio reformado está prevista para meados ou final deste ano, enquanto os estacionamentos serão concluídas entre 2024 e 2025.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo