Raio-X: relembre a participação do Corinthians na Libertadores de 2022 | OneFootball

Raio-X: relembre a participação do Corinthians na Libertadores de 2022

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

O Corinthians se despediu da Libertadores de 2022 na última terça-feira, quando, após um agregado de 3 a 0, foi eliminado pelo Flamengo nas quartas de final da competição. Foi a primeira vez em dez anos que o clube voltou a disputar essa fase.

“Quando é que o Corinthians chegou a essa fase pela última vez? Não chegava há dez anos. Quantos jogadores o Corinthians teve fora nessa Libertadores toda? Em um momento, dez jogadores fora. Onde o Corinthians chegou? Chegou até aqui. Contra quem fomos eliminados? Flamengo, que tem um elenco… Não podemos comparar uma coisa com outra”, disparou o técnico Vítor Pereira.

Depois da conquista do inédito título em 2012, o clube havia parado nas oitavas em 2013 (Boca Juniors), 2015 (Guaraní-PAR), 2016 (Nacional-URU) e 2018 (Colo-Colo-CHI), além de ter caído na segunda fase em 2020 (Guaraní-PAR). Apesar de o fato ter sido enaltecido pelo treinador, há alguns pontos para se melhorar visando às edições futuras.

Visão geral e gols

O Corinthians disputou um total de dez jogos, contando fase de grupos, oitavas e quartas, com duas vitórias, cinco empates e três derrotas, com cinco gols feitos em toda a competição (média de 0,5 por jogo), nenhum na fase de mata-mata – dois empates sem gols e duas derrotas.

Para se ter uma ideia, o atacante Pedro, do Flamengo, marcou oito gols até agora, três a mais que o próprio time do Corinthians.

Os tentos alvinegros foram marcados por Maycon, em duas oportunidades, Adson (um) e Du Queiroz (um). O outro foi contra, de Caldera (Deportivo Cali). Já as assistências foram de Fagner, Giuliano e Raul Gustavo.

Quem mais foi advertido com cartão amarelo foi o zagueiro Raul Gustavo, com cinco punições, enquanto Cantillo, Vítor Pereira e Bruno Méndez levaram um vermelho cada.

A partida contra o Boca Juniors, na volta das oitavas de final, foi a de maior peso na campanha do Corinthians, visto que aconteceu na La Bombonera, em Buenos Aires, com a vaga definida nos pênaltis. O goleiro Cássio defendeu duas penalidades na ocasião.

Escalações

O jogador que mais vezes foi titular foi o goleiro Cássio, em nove oportunidades. Ivan, hoje no Zenit, entrou uma vez entre os 11 iniciais.

Na lateral direita, revezaram-se na titularidade Fagner (7 jogos), Robson Bambu (2 jogos), João Pedro (1 jogo) e Rafael Ramos (1 jogo). Na zaga, João Victor (6 jogos), Gil (3 jogos), Raul Gustavo (7 jogos), Bruno Méndez (2 jogos) e Balbuena (1 jogo). Na lateral esquerda, Fábio Santos jogou em 7 jogos e Lucas Piton (na lateral) em 2 jogos e mais dois em outra função.

No meio, foram titulares Du Queiroz (7 jogos), Maycon (6 jogos), Renato Augusto (3 jogos), Paulinho (2 jogos), Giuliano (4 jogos), Cantillo (2 jogos), Roni (3 jogos) e Fausto Vera (1 jogo).

No ataque, Mantuan (5 jogos), Willian (6 jogos), Adson (6 jogos), Jô (5 jogos), Gustavo Silva (4 jogos), Róger Guedes (2 jogos), Yuri Alberto (2 jogos) e Júnior Moraes (1 jogo).

Confira todas as escalações do Corinthians na Libertadores de 2022:

Jogo 1 – Always Ready 2 x 0 Corinthians Cássio; João Pedro (Maycon), João Victor, Gil e Fábio Santos; Du Queiroz, Paulinho (Gustavo Mosquito) e Renato Augusto; Adson (Róger Guedes), Willian (Lucas Piton) e Jô (Giuliano). Cartão amarelo: João Pedro

Jogo 2 – Corinthians 1 x 0 Deportivo Cali // gol: Caldera (contra) Cássio; Fagner, Gil, Raul, Fábio Santos (Lucas Piton); Maycon (Du Queiroz), Paulinho (Giuliano) e Renato Augusto; Mantuan, Willian (Bruno Melo) e Jô (Róger Guedes). Cartões amarelos: Gil, Paulinho e João Victor.

Jogo 3 – Corinthians 2 x 0 Maycon // gols de Maycon Cássio; Fagner, João Victor, Raul Gustavo e Fábio Santos; Du Queiroz (Cantillo), Maycon e Renato Augusto (Paulinho); Willian (Gustavo Silva), Adson (Mantuan) e Jô (Róger Guedes). Cartões amarelos: Fagner, João Victor, Raul Gustavo, Du Queiroz e Renato Augusto.

Jogo 4 – Dep. Cali 0 x 0 Corinthians  Cássio; Fagner (Lucas Piton), João Victor, Raul Gustavo e Fábio Santos; Du Queiroz, Maycon e Giuliano (Renato Augusto); Gustavo Silva (Willian), Gustavo Mantuan (Gil) e Jô (Júnior Moraes). Cartão amarelo: Raul Gustavo

Jogo 5 – Boca Juniors 1 x 1 Corinthians // gol: Du Queiroz Cássio; Robson Bambu (Mantuan), João Victor, Raul Gustavo e Fábio Santos; Du Queiroz, Maycon (Cantillo) e Lucas Piton (Gil); Gustavo Silva, Willian (Renato Augusto) e Jô (Júnior Moraes). Cartões amarelos: Robson Bambu, Raul Gustavo, Fábio Santos, Jô, Mantuan e Renato Augusto. Vermelhos: Cantillo e Vítor Pereira.

Jogo 6 – Corinthians 1 x 1 Always Ready //gol: Adson Ivan; Bambu, Gil, Piton, Mantuan; Roni (Renato), Maycon, Giuliano (Róger Guedes), Gustavo Silva (Willian), Adson, Júnior Moraes (Jô) (Du Queiroz). Cartão amarelo: Mantuan.

Jogo 7 – Corinthians 0 x 0 Boca Juniors (jogo 1 – oitavas) Cássio; Fagner (Bruno Méndez), João Victor, Raul Gustavo e Lucas Piton; Roni, Adson (João Pedro) e Giuliano; Mantuan, Willian (Fábio Santos) e Róger Guedes (Jr. Moraes). Cartões amarelos: João Victor, Lucas Piton e Roni.

Jogo 8 – Boca Juniors 0 x 0 Corinthians (jogo 2 – oitavas) // pênaltis 5×6 Cássio; Rafael Ramos (Bruno Méndez), João Victor (Gil), Raul Gustavo e Fábio Santos; Cantillo, Du Queiroz (Roni) e Giuliano (Bruno Melo); Mantuan (Giovane), Lucas Piton e Roger Guedes. Cartões amarelos: Raul Gustavo e Gil.

Jogo 9 – Corinthians 0 x 2 Flamengo (jogo 1 – quartas) Cássio, Fagner, Bruno Méndez, Balbuena e Lucas Piton; Cantillo (Giuliano), Du Queiroz (Roni) e Maycon (Fausto Vera); Adson (Róger Guedes), Gustavo Silva (Giovane) e Yuri Alberto. Cartão amarelo: Cantillo.

Jogo 10 – Flamengo 1 x 0 Corinthians (jogo 2 – quartas) – eliminação Cássio, Fagner, Bruno Méndez, Raul Gustavo e Fábio Santos; Fausto (Renato Augusto), Roni (Giuliano) e Du Queiroz; Adson (Balbuena), Willian (Gustavo Silva) e Yuri Alberto (Róger Guedes). Cartão amarelo: Raul Gustavo. Cartão vermelho: Bruno Méndez.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo