Raio-X: Gurias estreiam no Gauchão

Logo: Internacional

Internacional

Dia de estreia para as patroas do Rio Grande! Bicampeãs consecutivas, as Gurias Coloradas estreiam no Gauchão neste domingo (19/09), a partir das 15h, diante do Juventude. Válido pela primeira rodada do grupo B, o duelo abre a luta do Inter pelo nono título estadual de sua história, quarto desde a retomada do departamento de Futebol Feminino. Fique por dentro de tudo sobre o embate!

O domingo será de jornada dupla na Rádio Colorada. Ao vivo a partir das 9h30, horário de abertura da transmissão do duelo entre Inter e Fortaleza, válido pela 21ª rodada do Brasileirão, a emissora oficial do Clube do Povo sucederá a narração do embate masculino pela transmissão da estreia das Gurias no Estadual. Confira a programação:

Colorada é a emissora que mais transmite futebol feminino no país/Foto: João Callegari

As redes sociais das Gurias Coloradas (@guriascoloradasoficial no Instagram, @GuriasColoradas no Facebook e @ColoradasGurias no Twitter) acompanharão a estreia estadual com o tradicional minuto a minuto da partida. Com imagens, a FGF TV anuncia transmissão.

Pra cima delas! 💪

Gurias encerraram preparação na manhã deste sábado/Foto: João Callegari

As Gurias Coloradas contaram com duas semanas de preparação para a partida contra o Juventude. Após atingir a melhor campanha da história do futebol gaúcho no Brasileirão A1, onde foi semifinalista, o time de Maurício Salgado aproveitou o período entre um torneio e outro para realizar atividades técnicas e táticas, além de avaliações físicas e exercícios de academia. Os trabalhos foram concluídos na manhã deste sábado (18/09), no Sesc Protásio Alves, e já contaram com a presença de novidade no elenco vermelho.

Mais novo reforço das Gurias Coloradas, a lateral-direita Ariely, anunciada na última quinta-feira (16/09), está regularizada no BID e tem condições legais de enfrentar o Juventude. Oriunda do Vasco da Gama, a atleta é a principal novidade no time de Maurício Salgado, que precisará superar algumas baixas contra o Papo. Convocadas para a Seleção Sub-20, a goleira Gabi Barbieri, a meio-campista Maiara e a atacante Mileninha desfalcam o Inter nesta estreia de Gauchão.

Ariely (E) está à disposição da comissão de Maurício Salgado/Fotos: João Callegari

Capitã das Gurias, a zagueira Bruna Benites projetou, em entrevista concedida para o Canal do Inter na última sexta-feira (17/09), o duelo deste domingo. No Inter desde 2019, a defensora, campeã dos dois Gauchões que já disputou, entende que o título estadual seria o encerramento perfeito para uma temporada histórica do futebol feminino alvirrubro. O caminho até a taça, porém, reserva muitos obstáculos para o Clube do Povo, tradicionais dificuldades que o elenco tem trabalhado forte para superar.

“A gente está se preparando em um ritmo muito forte. Tivemos dois dias de folga, completos, para recuperar do Brasileirão, e agora a gente vem numa preparação física forte. Vamos usar o Campeonato Gaúcho para encerrar bem o nosso ano, que a gente sabe que é importante. O grupo vem amadurecendo, e acredito que vamos entrar muito fortes na competição, por tudo que passamos durante o ano. Seria perfeito coroar essa temporada com mais um título do Gauchão. É importante, embora saibamos que é muito difícil.”Bruna Benites

Bruna também compartilhou suas impressões a respeito da contínua evolução do futebol feminino gaúcho. Nas palavras da defensora, o estadual mais meridional do Brasil não é exceção ao quadro de crescimento da modalidade no país. No Rio Grande do Sul, contudo, Benites entende que o Inter tem responsabilidade ainda maior para com os adversários, uma vez que serve, por toda estrutura e história que possui, de espelho e referência às instituições vizinhas.

“Eu acho que a tendência é o Gauchão ficar cada vez mais difícil, como as outras competições do Brasil. As equipes vêm se reforçando, qualificando. Muitos adversários nós não conhecemos, mas respeitamos todos, e entramos com foco total. Como referência aqui no estado, a gente sempre tem que procurar fazer o nosso melhor. As outras equipes nos têm como espelho, e procuramos estar no nosso melhor. Domingo, esperamos fazer um grande jogo para já iniciar com um resultado positivo e entrar na competição o mais forte possível.”

Bruna Benites ergue a taça do Gauchão 2020/Foto: Mariana Capra

Convocada para três Olimpíadas e dona de currículo vencedor, entre outros, de duas Libertadores e um Mundial, Bruna é uma das principais referências do elenco colorado. Apesar da experiência, a defensora de 36 anos dispensa quaisquer vaidades no contato diário com o grupo. Pelo contrário, faz questão de compartilhar responsabilidades – e méritos – com todas as colegas de equipe, especialmente com as mais jovens, que exercem protagonismo cada vez maior no cotidiano das Gurias.

“Aqui, no Inter, a gente tem a filosofia de que todas nós somos importantes. Não tem mais nem menos, a partir do momento pisa aqui dentro, todo mundo é tratado da mesma maneira. As meninas vêm para agregar, já sabem da responsabilidade que têm, nós vestimos a camisa do Inter, e a responsabilidade é dividida entre todas nós, independente da idade. Elas têm consciência disso e, eu tenho certeza, vão fazer uma grande competição também.”Bruna Benites

Até aqui, a temporada das Gurias conta com nove vitórias e três empates, além de sete reveses, nas 19 partidas disputadas desde de abril. Fortes quando visitantes, as coloradas venceram seis dos nove confrontos jogados fora de casa, ocasiões em que marcaram 13 gols e sofreram 10. Fabi Simões, com sete bolas enviadas às redes, é a artilheira da temporada alvirrubra, seguida de perto por Mileninha, que já anotou seis tentos no ano, seu primeiro como profissional.

Positivas em 2021, as estatísticas das Gurias tomam contornos verdadeiramente impressionantes quando adotado o recorte estadual. Somando as campanhas campeãs do Rio Grande em 2019 e 2020, a equipe, que venceu os dois torneios de maneira invicta, exibe incríveis 14 vitórias em 15 partidas, que presenciaram 135 gols vermelhos e míseros três rivais.

Título de 2019 foi o segundo das Gurias pós-retomada/Foto: Mariana Capra

Regulamento 📊

O Gauchão Feminino terá sua primeira fase realizada em formato de pontos corridos, com as oito equipes participantes divididas em dois grupos, os quais serão jogados em turno e returno. Encerradas as seis rodadas, líder e vice de cada chave avançarão para as semifinais, que também ocorrerão com partidas de ida e volta. Tanto a decisão quanto a luta pelo terceiro lugar, contudo, serão disputadas em jogo único. Confira o calendário das Gurias:

Desde 2017 nas Gurias, Leidi disputará seu quinto Gauchão seguido/Foto: Mariana Capra

Djeni foi um dos destaques das Gurias no título de 2020/Foto: Mariana Capra

Arbitragem 👨‍⚖️

Gutiérrez dos Santos Vasques, auxiliado por Ronei Zwirtes e Marcelo Luis Krindges. Trio gaúcho.

Gauchão marca a reestreia profissional do futebol feminino alviverde/Foto: Arthur Dallegrave/Juventude

Primeiro torneio adulto disputado pelo Juventude após a retomada do Futebol Feminino alviverde, o Gauchão será a segunda competição jogada pelas Esmeraldas em 2021. Antes do Estadual, o Papo participou do Brasileirão Feminino Sub-18 no mês de junho, quando integrou o grupo E. Comandante da equipe no certame de base, Giordano Demore também ocupará a casamata do Papo no campeonato do Rio Grande. Entrevistado pela Rádio Colorada na sexta passada, o profissional comentou como foi realizada a preparação da equipe para o embate deste domingo.

“A gente tem uma boa base do grupo Sub-18, que participou pela primeira vez do Brasileiro da categoria. Foi uma experiência muito grande, onde tivemos enfrentamento com diversas equipes, e conhecemos a estrutura das do nosso grupo. Depois do torneio, a gente retornou e teve praticamente um mês e meio até o Estadual. Então, buscamos a manutenção das atletas. Temos um grupo bem jovem, com uma atleta de 23 anos, e as demais, mais jovens.”

Demore (C) comandará as Esmeraldas no Gauchão/Foto: Gabriel Tadiotto/Juventude

Jovem, a espinha dorsal alviverde não está necessariamente fechada para o restante da temporada. Atento às oportunidades do mercado, o Juventude segue à procura de jogadoras de maior experiência para compor o elenco. Independente das contratações, porém, o rival da estreia colorada já tem traçados seus objetivos para o Gauchão. Adotadas através da humildade de quem reestreia profissionalmente, as metas também carregam a ambição digna da modalidade que mais cresce no Brasil.

“A gente prevê bastante dificuldade, como tivemos no Brasileiro, porque a competitividade é uma coisa nova para as atletas. Nesse primeiro momento, nosso título é a classificação. Apesar da falta de experiência e maturidade, trabalhamos as meninas para questões da parte tática, emocional e, também, de confiança. Vamos buscar um bom desempenho, que seja satisfatório em cada jogo, com pretensões de buscar a classificação, estar sempre competindo, sempre jogando, dentro ou fora de casa, com clareza e humildade para atingir nossos objetivos.”Giordano Demore

Esmeraldas contam com elenco bastante jovem/Foto: Gabriel Tadiotto/Juventude

Famoso por sua vocação formadora de atletas no futebol masculino, o Juventude também espera revelar grandes jogadoras no feminino. O ano de 2021, inclusive, marca a volta do Papo à Série A do Campeonato Brasileiro após 14 anos, feito que recoloca o Clube, definitivamente, nos holofotes do esporte nacional. Tomando exatamente esta estrutura como norte, Demore espera atrair olhares para os bons valores que fazem parte de seu elenco.

“Selecionamos atletas que têm um perfil de formação, porque o Juventude tem esse histórico, e o time feminino não pode ser diferente. Amanhã ou depois, eu tenho certeza que meninas de 16 anos, que estão despontando, vão chamar a atenção de diversas equipes. Pretendemos botar elas na vitrine, pavimentar um caminho, e deixar time, torcida e público cada vez mais voltados a incentivar o futebol feminino, para que ele se sustente por muitos e muitos anos. A modalidade só tende a crescer, no mundo vemos isso, também no Brasil. São só ganhos.”

Juventude começa a pavimentar importante caminhada no futebol feminino/Foto: Adriano Fontes/CBF

Após estrear como mandante, o Juventude disputará as rodadas segunda e terceira do grupo B fora de casa. Primeiro, daqui a dois domingos, no dia três de outubro, as comandadas de Demore visitarão o Flamengo de São Pedro, para na semana seguinte duelar, contra o Elite, na AABB de Ijuí. O retorno das Esmeraldas a Flores da Cunha está previsto para o dia 17 do mês que vem, quando abrirão o returno diante do rival da região Noroeste do estado.

Palco 🏟️

Panorama do Homero Soldatelli/Foto: Marcelo Casagrande/RBS

Localizado em Flores da Cunha, o Estádio Homero Soldatelli servirá de casa para as Esmeraldas ao longo do Gauchão de 2021. O endereço, que também recebeu partida do Juventude no Estadual masculino de 2021, guarda boas lembranças para as Gurias Coloradas, que disputaram no palco do jogo deste domingo as fases primeira e segunda do Campeonato Brasileiro Sub-18 de 2019, título que conquistariam em cima do São Paulo.

Confronto de tradição 🔝

Inter e Juventude se enfrentaram na Copa do Brasil de 2007/Foto: Alexandre Lops

Adversários de tradição no futebol masculino, Inter e Juventude também têm história para se orgulhar nos gramados femininos. Maior campeão gaúcho na modalidade, o Clube do Povo já levantou oito taças do Gauchão, cinco a mais do que Canoas, Grêmio e, exatamente, o Papo. Os troféus alviverdes foram conquistados de maneira consecutiva, entre os anos de 2004 e 2006.

Em novembro de 2007, Inter e Juventude se enfrentaram na fase de abertura da primeira Copa do Brasil Feminina organizada pela CBF. Após empate por 1 a 1 em Caxias do Sul, o Clube do Povo segurou igualdade sem gols no gramado do Beira-Rio para avançar de fase. À época, a preparação das mulheres coloradas para o duelo contou com palestras dos campeões mundiais Iarley e Wellington Monteiro.

Saldo qualificado classificou o Inter para a segunda fase/Foto: Alexandre Lops

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo