Raio-X do Barcelona de Guayaquil: os pontos para se ter atenção

Logo: Mundo Rubro Negro

Mundo Rubro Negro

Apesar de franco favorito no confronto válido pela semifinal da Copa Libertadores, o Flamengo deve estudar bastante os fatores com os quais deve se preocupar e aqueles que deve tirar proveito. Diante disso, o MRN preparou um Raio-X com detalhes sobre o Barcelona de Guayaquil para time e torcedor ficarem de olho.

Na Libertadores, o Barcelona SC fez uma das melhores campanhas na primeira fase, liderando um grupo difícil com Boca Juniors, Santos e The Strongest. Já na fase de mata-mata, reverteu uma primeira derrota contra o Vélez Sarsfield e passou pelo Fluminense graças ao critério de gols fora de casa.

Raio-X da equipe do Barcelona SC

Goleiro: Javier Burrai

Um goleiro extremamente seguro. Mede 1,87m e tem boa saída no alto. Outra arma é o bom jogo com os pés, que pode ser usado para atrair a marcação alta do Flamengo e, assim, explorar as bolas longas.

Lateral-direto: Byron Castillo

Um jogador muito forte ofensivamente e deve apoiar bastante até o último terço do campo. Veloz, mas bem ofensivo, pode ter as costas bem exploradas pelo Flamengo.

Dupla de zaga: León e Riveros

Zagueiros rápidos e mais técnicos que o normal. Têm boa saída e bolas longas e não costumam serem driblados facilmente. Contudo, costumam ceder espaços e pode sofrer com boas tramas de ataque. No 1×1 se dão bem.

Lateral-esquerdo: Pineida

Um lateral um pouco mais equilibrado que Castillo, mas sem ser tão habilidoso e veloz. Cruza bem e nem sempre da linha de fundo. Deve fazer uma dobradinha complicada com Emmanuel Martínez e Isla vai precisar estar muito mais atento do que vem mostrando.

Dupla de volantes: Piñatares e Molina

Dois jogadores de marcação e contenção. Pouco avançam e dão apoio à defesa enquanto os laterais sobem bastante. Sempre que há oportunidade, buscam acelerar o jogo com lançamentos, especialmente Piñatares, que tem bom índice de acerto.

Meia pela direita: Adonis Preciado

Jogador que ganhou moral a partir do mata-mata da Libertadores, se tornando titular. Costuma fechar junto com o centroavante em algumas situações, contando com o apoio de Castillo pelo lado. É uma alternativa para os gols da equipe.

Meia-ofensivo: Damián Díaz

O cérebro do time. A bola tem que passar por ele, que é o cara que pensa o jogo e cria as melhores soluções. Um camisa 10 clássico que consegue tirar grandes assistências da cartola.

Meia pela esquerda: Emmanuel Martínez

Possivelmente o jogador mais interessante dessa equipe. Sabe atuar bem aberto e também sabe centralizar as jogadas. Criativo e habilidoso, cria muitas situações perigosas durante os jogos, sendo uma arma na criação e conclusão de jogadas.

Atacante: Garcés ou Mastriani

A briga pelo comando de ataque tem sido grande. Garcés é um atacante de maior definição e artilheiro da equipe na Libertadores, com três gols.

Contudo, vem perdendo espaço para Mastriani, um atacante mais móvel e com bom pivô, que tem feito até mais gols que o outro nome para a posição. Anotou dois na última partida e deve ser o titular.

Técnico: Fabian Bustos

Tem feito milagres nesse Barcelona que sofre nos bastidores. Montou um time dinâmico e ofensivo, mas que sabe se adaptar de acordo com os adversários. Ora faz marcação pressão, ora é mais reativo e abusa das bolas longas.

Outros nomes para ter atenção: Hoyos e Cortez

O primeiro é um jogador que dá muita velocidade ao time, enquanto o segundo é bastante habilidoso e consegue criar situações perigosas.

Outros pontos positivos

Nosso raio-x também mostra que a equipe do Barcelona de Guayaquil personifica o “cobertor curto”. O time é forte ofensivamente e deixa espaços atrás.

Costuma ser uma equipe que toca bem a bola e tem nos três meias ofensivos a sua principal arma, com jogadores que passam bem a bola no último terço do campo. Os que atuam mais abertos tendem a centralizar as jogadas esperando sobreposição dos laterais, onde o Flamengo pode sofrer sem a presença de Filipe Luís e com os fracos desempenhos recentes de Isla.

As bolas longas também devem ser uma arma bastante usada. Contudo, é justamente na ausência de Filipe Luís que o Rubro-Negro ganha mais segurança ali, já que o lateral é lento para recompor. A possível titularidade de David Luiz também tende a ajudar o Mengão nesse sentido.

Pontos negativos

A bola aérea é a principal vulnerabilidade da equipe do Barcelona SC. A linha defensiva tem baixa média de altura, com Castillo (1,74m), Riveros (1,79m), León (1,85m) e Pineida (1,70m). Portanto, esse deve ser um fator explorado pelo Flamengo, que tem Rodrigo Caio, Arão e Bruno Henrique como ótimos cabeceadores e ainda pode contar com David Luiz, excelente nas bolas pelo alto.

Outro fator negativo percebido neste raio-x do Barcelona de Guayaquil é a facilidade com que o time acaba sendo envolvido em boas trocas de passes. Já que no 1×1 o time se sai bem, com zagueiro rápidos, é importante que o Flamengo priorize boas triangulações, variações nos passes e inversões para espaçar ainda mais o adversário.

Flamengo e Barcelona de Guayaquil entram em campo às 21h30 desta quarta-feira (22), no Maracanã.

Precisamos do seu apoio para fazer o melhor site de jornalismo sobre o Flamengo. Clique AQUI e saiba como se tornar nosso apoiador!

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo