Raio X das convocações: Tite chamou 88 jogadores desde 2018 | OneFootball

Icon: Sambafoot

Sambafoot

·07 de novembro de 2022

Raio X das convocações: Tite chamou 88 jogadores desde 2018

Imagem do artigo:Raio X das convocações: Tite chamou 88 jogadores desde 2018

Durante as 50 partidas disputadas pela seleção brasileira, desde a Copa do Mundo da Rússia, Tite teve a oportunidade de observar 88 jogadores. No período de quatro anos, passaram pela equipe nomes pouco lembrados pelo torcedor, como Daniel Fuzato, Marcinho, Jorge, Samir, Claudinho e Thiago Galhardo.

Na garimpagem do técnico, 26 nomes foram anunciados nesta segunda-feira (7), na sede da CBF. O elenco sob comando do treinador deve se apresentar em uma semana, em Turim, onde ocorrem os treinos antes do embarque para o Qatar. O Brasil estreia na Copa do Mundo no dia 24 de novembro, contra a Sérvia, às 16h (horário de Brasília).

Experiente, Tite gosta de observar e fazer testes, chamando jogadores diferentes para os compromissos da equipe. Da 2018 até agora, quase 60% dos convocados são inéditos. Muitos não entraram em campo ou nem passaram de uma simples convocação. É o caso de 9 dos 13 goleiros chamados pelo técnico.

VEJA TAMBÉM:

Aproveite e siga o Sambafoot no Facebook, no Instagram e no Twitter!

Conforme o Raio X das convocações do técnico Tite, os atletas que entraram na lista conseguiram mostrar serviços e conquistaram lugar na Copa do Qatar. É o caso de Militão, Bruno Guimarães, Lucas Paquetá, Richarlison, Raphinha e Vini Jr.

Sem contar uma curiosidade: Matheus Nunes, volante que atuava no Sporting-POR, foi convocado para as eliminatórias, em setembro de 2021. No entanto, o jogador preferiu se naturalizar como cidadão português e  recusou o chamado de Tite.

“O que busco é um processo de quatro anos, o mínimo que uma seleção te permite. No caso do clube, é um ano de trabalho. Senão, eu gosto de parafrasear o Carlos Eduardo Mansur [comentarista do SporTV]: um trabalho de três meses, de meio ano, não é nem bom, nem ruim. É incompleto. E aí fico sem referências, inclusive próprias”, afirmou Tite.

Total de jogadores convocados no ciclo da Copa do Mundo: 88

Goleiros e respectivo número de convocações:

Ederson (18) Alisson (17) Weverton (13) Santos (5) Everson (2) Cássio (1) Daniel Fuzato (1) Gabriel Brazão (1) Gabriel Chapecó (1) Hugo (1) Ivan (1) Neto (1) Phelipe (1)

Laterais-esquerdos Alex Sandro (16) Renan Lodi (8) Alex Telles (7) Filipe Luis (5) Guilherme Arana (5) Marcelo (2) Jorge (1)

Meias Lucas Paquetá (16) Philippe Coutinho (14) Everton Ribeiro (8) Renato Augusto (3) Andreas Pereira (1) Claudinho (1) Felipe Anderson (1) Rafinha Alcântara (1)

Zagueiros Marquinhos (19) Thiago Silva (17) Eder Militão (16) Felipe (7) Miranda (5) Gabriel Magalhães (4) Lucas Veríssimo (4) Rodrigo Caio (4) Léo Ortiz (3) Dedé (2) Pablo (2) Bremer (1) Diego Carlos (1) Ibañez (1) Samir (1)

Volantes Casemiro (18) Fabinho (15) Fred (11) Arthur (9) Bruno Guimarães (7) Douglas Luiz (6) Allan (4) Gerson (4) Edenilson (2) Walace (2) Danilo (1) Fernandinho (1) Matheus Henrique (1) Matheus Nunes (1) Paulinho (1)

No Raio X das convocações do técnico Tite, ainda temos:

Atacantes Neymar (16) Richarlison (16) Firmino (15) Gabriel Jesus (15) Vinicius Júnior (12) Everton Cebolinha (9) Matheus Cunha (7) Raphinha (7) Rodrygo (6) Antony (5) Gabigol (5) Davi Neres (4) Willian (4) Pedro (3) Douglas Costa (1) Malcon (1) Gabriel Martinelli (1) Arthur Cabral (1) Artur (1) Bruno Henrique (1) Hulk (1) Lucas Moura (1) Thiago Galhardo (1) Wesley Moraes (1)

Laterais-direitos Danilo (15) Daniel Alves (9) Emerson Royal (6) Fagner (4) Gabriel Menino (2) Fabinho (2) Eder Militão (2) Marcinho (1)

Escalações do time-base

Goleiro: Alisson (26 jogos); Zagueiros: Marquinhos(43 jogos) e Thiago Silva (32 jogos); Laterais: Danilo e Alex Sandro (27 jogos cada um); Meio-campistas: Lucas Paquetá (34), Fred (20) e Casemiro (37); Atacantes: Vini Jr. (16), Neymar (30), Richarlison (37), Gabriel Jesus (33)  e Raphinha (10).

Raio X das convocações nos últimos quatro anos

Por país:

Os 88 convocados durante os últimos quatro anos representam 53 clubes de 11 países diferentes. A Inglaterra lidera o ranking de convocações, especialmente pela admiração do técnico Tite em relação aos treinadores, estilo de jogo, arbitragem e gramados do país.

Na sequência vêm Espanha, Brasil, França e Itália fechando o top 5. Portugal, Holanda, Alemanha, China, Rússia e Suíça também tiveram representantes na seleção brasileira.

Por clube:

O Real Madri detém o recorde de convocações do Brasil no ciclo que antecede o Qatar. O atual campeão da Champions League é seguido por Liverpool, PSG, Manchester City e Juventus. Entre os times brasileiros, o Flamengo empata com Barcelona e Atlético de Madri, com 23 convocações.

Tite também lembrou do Palmeiras, Atlético-MG, Grêmio Athletico-PR, Corinthians, São Paulo, Red Bull Bragantino, Cruzeiro, Internacional, Botafogo, Fluminense, Santos e Ponte Preta.

Por adversários:

Nos 50 jogos da seleção desde 2018, 38 foram contra oponentes da América do Sul. No entanto, Tite não esconde a frustração por não ter enfrentado times europeus.

“Gostaria muito de ter enfrentado todos aqueles que enfrentamos antes de 2018. A gente enfrentou Rússia, Alemanha, Inglaterra, Croácia, Áustria. Não foi possível e isso nos dói. Fizemos lobby para caramba para que jogasse o vice da Copa América e o vice da Eurocopa, para que a gente enfrentasse a Inglaterra, e não foi possível”, declarou.

O técnico ainda destacou ter feito o possível para evitar a lacuna contra seleções da Europa.

“Poderia ser melhor preparado se tivesse enfrentado [europeus]? Nós, talvez. E talvez eles também, porque não nos enfrentaram. Fica essa perspectiva”, concluiu Tite.

Saiba mais sobre o veículo