Racing passa por crise antes de enfrentar Flamengo na Libertadores; veja os problemas

Logo: Futebol Latino

Futebol Latino

Imagem do artigo: Racing passa por crise antes de enfrentar Flamengo na Libertadores; veja os problemas

* Por Roberto Junior 

O Racing vai enfrentar o Flamengo, pelas oitavas da Libertadores, com uma lista de problemas dentro e fora de campo para resolver. A última delas aconteceu neste domingo (22), onde o ídolo e agora ex-dirigente do clube, Diego Milito, pediu demissão por divergências com o presidente da equipe de Avellaneda, Victor Blanco.

Em um vídeo de quase cinco minutos em que leu sua longa carta, Milito explicou o motivo que fez ele deixar o Racing, saída essa que já era repercutida na imprensa há algum tempo e hoje se consolidou. Segundo ele, sua ideia ia na contramão do que pensa o presidente.

“Não compartilho o modelo e as ideias do presidente do clube. Não tenho nada pessoal contra Victor, a qual respeito e entendo que deixa tudo pela instituição. Eu simplesmente deixei uma ideia que eu não concordo. Mas ele tem a autoridade máxima para eleger as políticas e diretrizes para direcionar o clube. Respeito isso ao pé da letra, pois ele é um presidente eleito pelos sócios”, diz Milito em um trecho da carta.

Mas além do entrevero com Milito, os problemas do Racing não param por ai!

DESFALQUES CONTRA O FLAMENGO 

Neste fim de semana, Sebástian Beccacece viu mais um jogador de seu elenco não ficar disponível para o jogo de ida contra o Flamengo. Jonatan Cristaldo, ex-Palmeiras, foi diagnosticado com Covid-19 e ficará afastado dos gramados para cumprir quarentena. O atacante se junta a outros quatro atletas que estão no DM.

No começo de novembro, o experiente volante, Marcelo Díaz, passou por uma artroscopia devido a uma lesão no menisco externo do joelho direito. Ele ficará pelo menos dois meses de molho.

Assim como os jogadores acima, Lorenzo Melgarejo, Augusto Solari e Dario Cvitanich também estão fora da partida contra o Flamengo.

RACING NÃO VENCE HÁ UM MÊS 

A última vez que Beccacece viu seu time sair vitorioso de um jogo foi no dia 21 de outubro, quando bateu o Estudiantes de Merida por 2 a 1. Desde então são quatro jogos e quatro derrotas: 4 a 1 para o Atlético Tucumán; 2 a 0 para o Unión; 2 a 0 para o Arsenal de Sarandí e Atlético Tucumán novamente, por 2 a 0.