Quem será o artilheiro do Brasileiro? Última rodada tem 4 empatados

Logo: OneFootball

OneFootball

Vitor Geron

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fwp-images.onefootball.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fsites%2F13%2F2021%2F02%2FIMG-3195-e1614272159228.jpg&q=25&w=1080

Thiago Galhardo, Luciano, Claudinho e Marinho chegaram à rodada 38 do Brasileirão empatados na artilharia da competição. Mas a situação de cada um no último jogo é bem diferente…

Teremos um inédito empate quádruplo? Uma surpresa? Ou alguém vai assumir a artilharia isolada?

Os quatro têm 17 gols marcados. Além deles, Gabigol, com 14, poderia no mínimo empatar a corrida se fizesse um hat-trick logo mais contra o São Paulo. Mas vamos combinar que é mais improvável.

O OneFootball detalha como chegam os quatro artilheiros para a última rodada:

Thiago Galhardo (Inter)

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=748&image=https%3A%2F%2Fwp-images.onefootball.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fsites%2F13%2F2021%2F02%2F2020-Brasileirao-Series-A-Red-Bull-Bragantino-v-Internacional-Play-Behind-Closed-Doors-Amidst-the-Coronavirus-COVID-19-Pandemic-1614271587.jpg&q=25&w=1080

Após um primeiro turno perfeito, Galhardo perdeu espaço no Inter e vem sendo reserva. Mesmo assim, o Colorado precisa vencer o Corinthians e é provável que o artilheiro entre em campo, pelo menos no segundo tempo.

Luciano (São Paulo)

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=751&image=https%3A%2F%2Fwp-images.onefootball.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fsites%2F13%2F2021%2F02%2F2020-Brasileirao-Series-A-Sao-Paulo-v-Internacional-Play-Behind-Closed-Doors-Amidst-the-Coronavirus-COVID-19-Pandemic-1614271562.jpg&q=25&w=1080

Dos quatro artilheiros, Luciano é o que tem menos gols de pênalti (só um). E foi justamente num pênalti perdido contra o Botafogo que ele desperdiçou a chance de assumir a artilharia isolada na rodada passada. O atacante é a principal esperança de gols do São Paulo contra o líder Flamengo no jogo que vale a classificação para a fase de grupos da Libertadores para o Tricolor.

Claudinho (RB Bragantino)

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=721&image=https%3A%2F%2Fwp-images.onefootball.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fsites%2F13%2F2021%2F02%2F2020-Brasileirao-Series-A-Fluminense-v-Red-Bull-Bragantino-Play-Behind-Closed-Doors-Amidst-the-Coronavirus-COVID-19-Pandemic-1614271524.jpg&q=25&w=1080

Claudinho é, dos quatro artilheiros, o que tem a situação mais “confortável” na última rodada. O jogo entre RB Bragantino e Grêmio vale pouco para a tabela. Além disso, o Tricolor está preocupado com a final da Copa do Brasil e deverá utilizar um time muito modificado. Boa chance para o Bragantino emplacar o artilheiro.

Marinho (Santos)

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=721&image=https%3A%2F%2Fwp-images.onefootball.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fsites%2F13%2F2021%2F02%2FFBL-LIBERTADORES-SANTOS-BOCA-1614271500.jpg&q=25&w=1080

Marinho é único dos quatro que não terá a chance de fazer gols na última rodada e dependerá de uma boa “secada” nos rivais para se manter artilheiro. Com covid-19, ele está fora do jogo entre Santos e Bahia. Só  vai terminar artilheiro se Claudinho, Luciano e Galhardo não marcarem.


O Brasileirão já teve três artilheiros empatados em uma mesma edição, mas nunca quatro. Veja quando e quem dividiu a artilharia tripla:

  1. 2000: Dill (Goiás), Magno Alves (Fluminense) e Romário (Vasco) – 20 gols
  2. 2008: Washington (Fluminense), Keirrison (Coritiba) e Kleber Pereira (Santos) – 21 gols
  3. 2016: Fred (Atlético-MG e Fluminense), Pottker (Ponte Preta) e Diego Souza (Sport) – 14 gols

Foto destaque: Reprodução/OneFootball