Quem pode acabar com a hegemonia do PSG na Ligue 1 | OneFootball

Quem pode acabar com a hegemonia do PSG na Ligue 1

Logo: Futebol em Números

Futebol em Números

Com uma nova política de contratações PSG dispara na busca de mais um Campeonato Francês

Liderados por Mbappé, Messi e Neymar, o Paris Saint-German larga na frente mais uma vez como o grande favorito na briga pelo título do Campeonato Francês.

Os atuais campeões contam com a mudança em seu departamento de futebol , com a saída do brasileiro Leonardo como diretor de futebol, e a contratação de Luis Campos, ex-diretor esportivo do Lille, que trouxe uma mudança no perfil de contratações.

Chegaram ao clube o jovem meio campista português Vitinha, após grande temporada com a camisa do Porto-POR; o lateral direito Mukiele, jovem destaque do RB Leipzig-ALE; e o volante português Renato Sanches, que fez uma temporada de destaque do Lille.

Além de buscar jovens promessas, o PSG não renovou com alguns jogadores mais experientes, como Di Maria, Ander Herrera e Wijnaldum, além do treinador Mauricio Pochettino. O novo comandante é o francês Cristophe Galtier, que levou o Nice à 5ª posição na última Ligue 1.

Lyon promete ser o maior rival do PSG

A boa janela de transferências do Lyon chamou atenção ao mundo futebolístico. Além de contratar de volta o centroavante Alexandre Lacazzete, que não conseguiu brilhar Arsenal, o Lyon repatriou também Claurentin Tolisso, uma das principais promessas do futebol francês, que estava no Bayern Munique.

Na surpreendente janela, o Lyon contratou ainda o lateral esquerdo Nicolás Tagliafico, argentino, que fez boas temporadas recentes pelo Ajax-HOL. Contando ainda com o brasileiro Lucas Paquetá, um dos destaques do último Campeonato Francês, o Lyon chega forte e como o maior adversário do poderoso PSG.

Com as novas peças o Lyon busca se recuperar de uma fraca campanha na temporada 2021/22 ficando na oitava colocação e decepcionando sua grande torcida, a promessa para a temporada é tentar a vaga nas ligas europeias, porém, é uma das grandes incógnitas do campeonato podendo surpreender com suas contratações.

A dança das cadeiras em Marselha

Apesar da boa campanha na temporada 2021/22, o Olympique de Marselha se movimentou no mercado. A grande mudança começou com a saída do treinador argentino Jorge Sampaolli, que deixou o clube insatisfeito com a falta de reforços. Para o seu lugar, o clube apostou suas fichas em Igor Tudor, croata, de 44 anos, vindo de boa passagem com o Hellas Verona-ITA.

Entre as novidades do elenco, estão o zagueiro Chancel Mbemba, ex-Porto-POR; o meia Jordan Veretout, e o goleiro Pau López, ambos ex-Roma-ITA. López chega para o lugar do experiente goleiro Steve Mandanda, que foi para o Rennes.

Além deles, o Olympique se reforços com os laterais Saed Kolasinac, 29 anos, ex-Arsenal-ING, e Jhonatan Clauss, 29 anos, ex-Lens-FRA, e convocado pela seleção francesa recentemente. Outra aposta é o atacante Luiz Suarez, colombiano, que veio do Granada-ESP.

Saiba mais sobre o veículo