‘Quem não faz, toma. É assim’, lamenta Galdezani após derrota

Logo: ecbahia.com

ecbahia.com

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fwww.ecbahia.com%2Fimgs%2Frfm_upload%2Fgaldezani10.jpg&q=25&w=1080

O Bahia perdeu a quinta partida seguida na temporada de 2021, todas elas sem sequer marcar gol contra nenhum dos adversários que foram enfrentados. O resultado aumenta a insatisfação da torcida e a pressão sobre time, comissão técnica e diretoria.

Assim como no jogo contra o Galo, na 13ª rodada, Galdezani foi o entrevistado do time após o fim dos 90 minutos. O volante falou sobre o mau momento e lamentou as chances desperdiçadas pelo Esquadrão.

Para ele, o futebol tem um ditado que é real e precisa ser respeitado: ‘quem não faz, leva’.

“É um momento delicado. A gente tem criado muito sim. Tivemos chances para matar o jogo e não matamos. Futebol pune. Quem não faz, toma. É assim, é real. Pressionamos o tempo inteiro, jogamos mais do que os caras, mas eles acharam uma bola no final e fizeram o gol”, comentou o jogador, ao canal Premiere.

Galdezani também fala em seguir trabalhando para que a má fase passe. E pediu ‘paciência’ para a torcida, afirmando que os resultados positivos voltarão a acontecer.

“Não tem muito o que falar não, é continuar trabalhando. O momento ruim passa também. Assim como o bom passa, o ruim também. Acredito em nome de Jesus que vai dar tudo certo. Vamos sair dessa situação, vamos dar a volta por cima. Temos um grupo bom, unido, uma comissão também unida com a gente, a diretoria. É ter um pouco de paciência que as coisas vão voltar a dar certo”.

O próximo desafio será na quarta-feira (04), pela Copa do Brasil, contra o Atlético Mineiro. A partida será disputada no Joia da Princesa.

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo