Quantos 'perderam' a vaga 10 meses antes da Copa de 2018? 🇧🇷 | OneFootball

Quantos 'perderam' a vaga 10 meses antes da Copa de 2018? 🇧🇷

Logo: OneFootball

OneFootball

OneFootball

A convocação feita por Tite e divulgada na última quinta (13) foi mais um indício de que muitos jogadores estão mais do que certos na Copa do Mundo do Catar.

Só que há existem os casos atletas que têm disputas acirradas pela frente.

E que ficarão de fora do Mundial que será disputado em novembro.

O OneFootball, então, lembra quem foi chamado pelo técnico dez meses antes do Mundial de 2018, o da Rússia, mas ficou de fora da lista final.

Além de citar quem estava sendo lembrado, mas também não foi um dos 23 convocados.


Luan

O camisa 7 seria eleito o “Rei da América” no final de 2017 após ter liderado o Grêmio na conquista da Libertadores.

Ele integrou a lista para os jogos contra Equador e Colômbia, nos dias 31 de agosto e 5 de setembro do mesmo ano, e válidos pelas Eliminatórias daquela Copa.

Antes, só tinha sido chamado para o amistoso contra a Colômbia no começo do mesmo ano.

Luan não manteve o grande desempenho no ano da Copa da Rússia, mas era visto como uma opção importante por poder atuar em mais de um setor. Só que ficou de fora.

Taison, então no Shakhtar Donetsk, foi a “surpresa” da lista – embora fosse chamado frenquentemente.


Rodrigo Caio

O então zagueiro do São Paulo vinha batalhando pela última vaga do setor, já que Thiago Silva, Miranda e Marquinhos eram certezas.

Mas perdeu a disputa para Pedro Geromel, do Grêmio, que completou a lista de zagueiros para o Mundial.

Após um bom 2017, ele não repetiu as boas atuações na “hora verdade” e acabou ficando de fora.


Giuliano

O meia-atacante, hoje no Corinthians, ainda defendia o Zenit, da Rússia.

Ele fez seis jogos com a Seleção antes daquela Copa, sendo titular em três. Mas não marcou presença entre os 23.

Giuliano só seria visto no álbum de figurinhas do Mundial da Rússia.


Alex Sandro

A missão do lateral-esquerdo da Juventus não era nada simples: desbancar Marcelo ou Filipe Luis pra ir à Rússia.

E ele acabou preterido da lista final.

Mas Alex Sandro seria lembrado já na primeira convocação após a Mundial russo. E falou sobre a decepção vivida meses antes.

“Procurei muito essa resposta e talvez não tenha achado. Se achei, é dentro do trabalho. Para você melhorar, tem que trabalhar. Não adianta ficar pensando porque não fui para a Copa. Tenho que trabalhar. Não conversei com o Tite sobre isso. Mas tenho certeza que ele fez a escolha que achou melhor para o grupo no momento”, disse, em coletiva.


Lucas Lima

Após um grande 2017 com a camisa do Santos, o meia foi para o Palmeiras com o objetivo de seguir com chances de disputar a Copa.

Tite chegou a afirmar que ele lutava pelas últimas vagas, mas ficou de fora após não conseguir ser regular em seus primeiros meses de Verdão.

Lucas Lima não esteve na citada lista faltando dez meses para a Copa – casos de Luan, Giuliano e Rodrigo Caio -, mas vinha sendo lembrado.


Diego

O meia do Flamengo foi um dos jogadores que atuaram durante o período de preparação para o Mundial russo.

E também acompanhou o torneio na condição de torcedor.

“Eu perco em não ir à Copa, mas a Seleção também perde, por não ter um jogador com a minha qualidade e experiência. Mas, o respeito e admiração pelo Tite continua intacto”, disse duas semanas após a divulgação da convocação.


Diego Souza

Ele vinha sendo testado para a posição de centroavante. Mas não fez um começo de 2018 tão positivo no São Paulo.

E acabou ficando fora da Copa.

“Eu realmente estava brigando por uma vaga. Eu pensava que era um jogador com um porte físico avantajado, vinha bem, os jogos que fiz na seleção foram bons, no dia a dia de trabalho eu fui bem”, disse ao Esporte Interativo na época.


Foto de destaque: Lucas Uebel/Getty Images

Mencionados neste artigo