PSG passa à frente do Barcelona e anuncia a chegada de Wijnaldum

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fesportenewsmundo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F06%2FAnuncio-do-Wijnaldum-no-PSG-PSG.jpg&q=25&w=1080

O PSG anunciou nesta quinta-feira (dia 10) a contratação de Georginio Wijnaldum, ex-Liverpool. O meia optou por não renovar seu contrato com os Reds e chega de graça ao clube parisiense. O volante de 30 anos assinou o vínculo de três anos com o novo clube.

Mesmo com a proximidade do acerto com o Barcelona, o PSG ofereceu salário e tempo de contrato maiores e conseguiu atrair o jogador. O holandês se junta a Neymar, Mbappé e Marquinhos, e poderá formar o meio de campo com Danilo Pereira, Ander Herrera, Idrissa Gueye, Leandro Paredes, Julian Draxler, Marco Verrati e Rafinha.

Em entrevista ao site do PSG, Wijnaldum destacou o projeto do clube, que se consolidou como o principal time da França, mas busca o título inédito da Liga dos Campeões da Europa. Apesar do domínio no cenário nacional, o time ficou em segundo lugar na Ligue 1 na última temporada, atrás apenas do campeão, Lille.

+ Siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram.

— Chegar ao Paris Saint-Germain é um novo desafio para mim. Faço parte de uma das melhores equipes da Europa e estou ansioso por poder trazer a minha vontade e determinação para este ambicioso projeto. O Paris Saint-Germain provou seu status nos últimos anos e tenho certeza de que juntos, pelos nossos torcedores, podemos ir ainda mais longe e mais alto — declara.

Wijnaldum começou sua carreira profissional no Feyenoord em 2007. Quatro temporadas depois, foi para o PSV, clube no qual o holandês viveu seu momento mais goleador — marcou 56 vezes e deu 24 assistências em 156 partidas — e conquistou a Eredivisie em 2015. No mesmo ano, se transferiu para o Newcastle United. Em julho de 2016, Wijnaldum chegou ao Liverpool. Nos Reds, venceu a Premier League, a Liga dos Campeões, o Mundial de Clubes e a Supercopa da UEFA. Pela seleção holandesa, participou da Copa do Mundo em 2014 e é hoje capitão da equipe comandada por Frank de Boer.

Saiba mais sobre o veículo