Presidente do Criciúma explica que pediu mais tempo para analisar proposta do Tigres, do México, para Nino, do Fluminense | OneFootball

Presidente do Criciúma explica que pediu mais tempo para analisar proposta do Tigres, do México, para Nino, do Fluminense

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

Como já noticiado, o Fluminense desistiu de vender o zagueiro Nino para o Tigres, do México, que fez uma proposta de U$ 5 milhões de dólares (R$ 28,3 milhões na cotação atual). O Tricolor detém 60% dos direitos econômicos do atleta e foi negociar uma fatia maior do valor junto ao Criciúma, que obtém dos 40% restantes do atleta. Pelo lado carioca, as partes não chegaram a um acordo, mas pelo âmbito catarinense, a resposta foi diferente.

Em contato com o Esporte News Mundo, o presidente do clube catarinense, Anselmo Freitas, explicou que houve pedido para que enviasse uma resposta até sexta-feira, às 12h, sobre a oferta. Apesar disso, destacou confiança no presidente Mário Bittencourt e no jurídico do clube carioca.

– Nós, autorizamos a venda do atleta formalmente no início desta semana e nesta quinta recebemos a minuta do contrato para análise da diretoria jurídica do clube. Foi colocado que era para analisar o contrato até 17h, mas hoje é aniversário aqui em Criciúma e foi muito difícil, praticamente em duas horas e meia, fazer a avaliação do contrato. Pedimos a prorrogação do prazo até sexta-feira, às 12h, para que o nosso departamento jurídico pudesse analisar o contrato. Quero deixar claro que não houver qualquer discrepância ou dúvida com relação a negociação do contrato. O Criciúma tem uma confiança enorme no presidente do Fluminense e na sua diretoria jurídica também. O problema maior era questão de prazo mesmo. Até 17h seria impossível para o departamento jurídico fazer análise da minuta do contrato e dá o retorno para o Fluminense e para o Tigres, do México – disse ao ENM antes de complementar.

Anselmo Freitas também desejou sorte ao zagueiro Nino e deixou claro que irá aparecer chances. Além disso, destacou a parceira junto ao Fluminense.

– Nino, com 24 anos, foi campeão olímpico e não vai deixar de aparecer oportunidades. Creio que o Criciúma junto com o Fluminense farão um bom negócio. E até lá, claro, que o Nino vai defender o Fluminense. Quero deixa claro, que o Criciúma tem uma parceria muito grande com o Fluminense e desejo boa sorte ao Nino – destacou.

Nino chegou ao Fluminense por empréstimo do Criciúma em 2019, ainda na gestão Pedro Abad, com opção de compra de 50% fixada em R$ 5 milhões. Já no mandato de Mário Bittencourt, o clube adquiriu parte do atleta. Em três anos, Nino alcançou o status de titular absoluto e disputou 136 jogos e marcou oito gols.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo