Presidente da Lusa vai à FPF e critica erros de arbitragem no Paulistão | OneFootball

Presidente da Lusa vai à FPF e critica erros de arbitragem no Paulistão | OneFootball

Icon: NETLUSA

NETLUSA

·01 de março de 2024

Presidente da Lusa vai à FPF e critica erros de arbitragem no Paulistão

Imagem do artigo:Presidente da Lusa vai à FPF e critica erros de arbitragem no Paulistão

Dois dias após o executivo de futebol Eduardo Ferreira questionar a atuação da arbitragem no clássico entre Portuguesa e Palmeiras na última quarta-feira (28), o presidente Antonio Carlos Castanheira compareceu na sede da Federação Paulista de Futebol, nesta sexta-feira (1). O mandatário lusitano manifestou o descontentamento com os erros de arbitragem cometidos contra a Lusa no Paulistão.


Vídeos OneFootball


De acordo com o que foi apurado pelo NETLUSA, o dirigente se reuniu com o presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, por mais de três horas, onde apresentou um dossiê de quase 16 páginas e um vídeo com lances mostrando as falhas cometidas em jogos da Rubro-Verde.

Em seguida, ambos os presidentes conversaram com a comissão de arbitragem por quase duas horas. O conteúdo da conversa foi mantido em sigilo. Contudo, a FPF demonstrou um incômodo ao concordar que foram muitos erros cometidos contra a Portuguesa.

No vídeo, foram divulgados lances polêmicos em seis partidas (Inter de Limeira, Ponte Preta, São Bernardo, Corinthians, Água Santa e Palmeiras). Ou seja, metade dos jogos na primeira fase do Paulistão.

Os árbitros dos jogos em questão foram Thiago Luis Scarascati (São Bernardo e Palmeiras), Luiz Flavio de Oliveira (Corinthians e Ponte Preta), Edina Alves Batista (Inter de Limeira) e João Vitor Gobbi (Água Santa). Este último, apitará o jogo entre Lusa x Mirassol, no sábado.

Esta não foi a única vez que a Lusa faz uma queixa com relação a arbitragem na FPF no Paulistão deste ano. Na estreia diante da Inter de Limeira, José Roberto Cordeiro e Edgard Montemor, então vice e executivo de futebol, respectivamente, questionaram os lances do jogo. O mesmo ocorreu nas partidas diante Corinthians, Ponte e São Bernardo. Contudo, esta foi a primeira em que o presidente lusitano foi presencialmente.

Em pareceres encaminhados pela FPF para a Rubro-Verde que o NETLUSA teve acesso, a entidade máxima do futebol paulista admite que ocorreram erros de arbitragem em alguns jogos. Entre eles, estão a não marcação de pênalti a favor da Lusa no jogo entre Inter de Limeira, a falta em Chrigor no lance que originou o primeiro gol da Ponte Preta, assim como o pênalti a favor da Lusa contra o time campineiro, assim como a penalidade em favor da Rubro-Verde no embate contra o São Bernardo.

Confira os lances questionados pela Portuguesa junto a FPF:

Inter de Limeira x Portuguesa

O vídeo, com mais de sete minutos, conta com lances polêmicos nos jogos da Portuguesa no Paulistão, divulgadas pela imprensa, incluindo declarações dos comentaristas dos confrontos, além de gravações da própria Lusa.

Falta por trás em Victor Andrade aos 35 minutos do primeiro tempo no jogo entre Inter de Limeira x Portuguesa. O jogador recebeu amarelo, quando deveria ser cartão vermelho.

O lance do pênalti, aos 39 minutos do primeiro tempo.

Ponte Preta x Portuguesa

O lance aos 44 minutos do primeiro tempo, quando Chrigor foi derrubado e, em seguida, saiu o primeiro gol da Ponte Preta, anotado por Jeh.

O segundo lance foi aos 49, quando Chrigor foi derrubado com falta na linha de dentro da área, mas não foi apontada a falta.

No segundo tempo, nos primeiros minutos, Giovanni Augusto chutou e o marcador ponte pretano tocou na bola com a mão. O árbitro Luis Flavio de Oliveira não assinalou a penalidade.

São Bernardo x Portuguesa

Aos 42 minutos, Zé Ricardo foi derrubado com falta dura pelo jogador do São Bernardo e o juiz não assinalou a penalidade.

Outro lance mostra a bola batendo no braço do jogador do São Bernardo, dentro da área.

Corinthians x Portuguesa

O lance discutido pela Portuguesa foi o pênalti de Patrick em Fagner aos 41 minutos do primeiro tempo.

Portuguesa x Água Santa

O lance ocorreu no início do segundo tempo, quando Paraizo foi derrubado dentro da área após contra ataque da Lusa, quando o jogo apontava já 1 a 0 para a Portuguesa.

Portuguesa x Palmeiras

O primeiro lance ocorreu aos 47 do primeiro tempo, quando Murilo derrubou Giovanni Augusto dentro da área, mas o árbitro não apontou a penalidade.

O segundo ocorreu no segundo tempo, na expulsão de Victor Andrade assinalada pelo VAR.

O terceiro lance foi quando o goleiro Weverton derrubou Henrique Dourado dentro da área, nos acréscimos da etapa final, não sendo assinalada a cobrança de pênalti.

ASSISTA! Arbitragem rouba a cena no clássico:

Saiba mais sobre o veículo