Premier League limitará número de cabeçadas nos treinamentos para evitar lesões cerebrais

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fesportenewsmundo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F07%2FPremier-League.jpeg&q=25&w=1080

Nesta quarta-feira (28) a  FA (federação de Futebol da Inglaterra” divulgou que vai diminuir o número de cabeçadas nos treinamentos das equipes com o intuito de evitar o máximo possível de lesões cerebrais.

Em comunicado a entidade aprovou a mudança após reuniões com os clubes, jogadores, treinadores e médicos. Nos últimos meses pela FA e Premier League. No caso, atletas do Liverpool (sub-23, sub-18 e equipes femininas) e do Manchester City (sub-18 e equipes femininas) foram usados nos estudos da federação.

Essa regulamentação será dada aos clubes da Premier League, EFL (2ª, 3ª e 4ª diviões), Barclays Women’s Super League, FA Women’s Championship, National League, Women’s Football Pyramid Tiers 3 além do futebol de base e equipes nacionais da Inglaterra.

“A orientação também identifica as maneiras pelas quais as técnicas de cabeceio ainda podem ser praticadas, reduzindo as forças envolvidas. Evidências iniciais sugerem que forças menores são produzidas quando uma bola é lançada para um jogador ao invés de chutada, e quando um jogador cabeceia a bola em um salto em vez de correr para a bola” – diz um trecho do comunicado da FA.

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo